Mundo

Ofereça um café ou uma refeição a quem precisa

O "Suspended Coffee" incentiva a solidariedade propondo aos clientes de cafés e restaurantes que paguem adiantado bebidas quentes e refeições que serão oferecidas a quem mais precisa.
Versão para impressão
Uma iniciativa solidária está a movimentar milhares de pessoas por toda a Europa e também nos EUA. O “Suspended Coffee” incentiva a solidariedade propondo aos clientes de cafés e restaurantes que paguem adiantado bebidas quentes ou refeições que serão oferecidas a quem mais precisa.

por Márcia Moço

A ideia é simples: os consumidores encomendam dois cafés, um para si e outro para quem não tem oportunidade de o pagar. O café fica “suspenso” até que surja alguém interessado em o levantar.

A ideia não é nova, mas tem vindo a ganhar cada vez mais expressão desde que John Sweeney, um jovem canalizador irlandês de 27 anos, resolveu levar o conceito mais longe, dinamizando a ideia através da internet.

Fundado há cerca de três meses, John Sweeney conta ao Boas Notícias que o projeto “Suspended Coffee” já conta com o apoio de pessoas de 36 países diferentes em todo o mundo que também desejam aderir e difundir a iniciativa.

Image and video hosting by TinyPic
[© Suspended Coffee – Os clientes podem oferecer desde uma chávena de café a uma refeição completa]

John Sweeney revela que começou a espalhar este conceito para “ajudar as pessoas a seguir o conceito de 'Pay-it-Foward' (pague adiantado, em português), uma “cadeia de boas ações”, que se acredita ser inspirada numa tradição italiana.

A ajuda não se restringe apenas a uma simples chávena de café. Os clientes podem optar por outros produtos da loja e deixar pago artigos alimentares básicos, pratos de sopa ou mesmo refeições completas.

 
Depois, qualquer pessoa “que precise de um café é bem-vindo para entrar e perguntar se existe algum 'café suspenso' disponível”, explica o jovem irlandês.

Mais de 28 mil seguidores em menos de uma semana

A ideia tem vindo a ganhar cada vez mais expressão através da página oficial de Facebook, gerida por John Sweeney. Criado na passada quarta-feira, o perfil já conta com quase 30 mil seguidores.

A rede social funciona como uma comunidade, onde os internautas podem partilhas as suas ideias, opiniões e experiências associadas ao “Suspended Coffee”. Mas oferece também frases e imagens que se podem partilhar de maneira a disseminar o conceito.

O “Pay-it-foward” foi adotado pela primeira vez, a uma grande escala e de forma espontânea, nas lojas norte-americanas da Starbucks. Um responsável da Starbucks Portugal explicou ao Boas Notícias que a ideia partiu dos próprios consumidores: “Tudo começou quando, na época natalícia, numa loja de 'drive-in' os clientes decidiram começar a pagar pela bebida da pessoa que vinha atrás de si”.


Esta forma de solidariedade pode ser aplicada a qualquer situação do dia-a-dia, tendo sempre por base a ideia de ajudar alguém contando que, em troca, essa pessoa ajude outro alguém, criando uma imensa rede de ajuda em cadeia.

O conceito tornou-se particularmente popular após o lançamento do filme norte-americano “Favores em Cadeia”, baseado num livro de Catherine Ryan Hyde, que assenta nesta ideia. No próximo dia 25 de Abril comemora-se o Dia do Pay-it-forward.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close