Mundo

OCDE: PIB português foi dos que mais cresceu

O PIB português deverá ter crescido 1 por cento até março, face ao trimestre anterior, e 1,7 por cento face ao trimestre homólogo, de acordo com as estimativas divulgadas pela OCDE, noticia a agência Lusa. Portugal apresenta a terceira taxa de cre

Versão para impressão
O PIB português deverá ter crescido 1 por cento até março, face ao trimestre anterior, e 1,7 por cento face ao trimestre homólogo, de acordo com as estimativas divulgadas pela OCDE, noticia a agência Lusa. Portugal apresenta a terceira taxa de crescimento trimestral mais elevada, depois da Coreia e do Japão.

Segundo os dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a economia portuguesa recuperou no primeiro trimestre de uma quebra de 0,3 por cento observada no trimestre anterior.

Entre os países para os quais a OCDE tem dados disponíveis, Portugal apresenta a terceira taxa de crescimento trimestral mais elevada, depois da Coreia e do Japão.

No conjunto dos países da OCDE, o PIB aumentou 0,7 por cento no primeiro trimestre do ano, a quarta subida trimestral consecutiva, e 2,5 por cento face a igual período de 2009.

Na Zona Euro, por sua vez, de acordo com a primeira estimativa da organização, o PIB recuperou 0,2 por cento até março, face ao trimestre anterior, e 0,5 por cento, face ao homólogo.

Na Grécia, país da Zona Euro que mais tem sofrido com a necessidade de corrigir as contas públicas, o PIB contraiu-se, pelo segundo trimestre consecutivo, 0,8 por cento. Face ao trimestre homólogo, a economia grega contraiu-se 2,3 por cento.

Nos EUA, o produto interno bruto abrandou a recuperação face ao trimestre anterior, passando de uma subida de 1,4 por cento para 0,8 por cento. Face ao primeiro trimestre de 2009, a economia norte-americana recuperou 2,5 por cento.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close