Sociedade

Número de nascimentos aumentou em 2010

No ano passado registaram-se mais de 100 mil nascimentos, um aumento significativo face a 2009, quando se atingiu um mínimo histórico de natalidade em Portugal. Trata-se de um valor surpreendente, tendo em conta as crescentes dificuldades financeiras
Versão para impressão
No ano passado registaram-se mais de 100 mil nascimentos, um aumento significativo face a 2009, quando se atingiu um mínimo histórico de natalidade em Portugal. Trata-se de um valor surpreendente, tendo em conta as crescentes dificuldades financeiras com que as famílias se debatem, em tempo de crise.

Os dados foram avançados à TSF por Rui Vaz Osório, coordenador da Comissão Nacional do Diagnóstico Precoce e Geneticista do Instituto de Genética Médica Jacinto Magalhães, para quem estas são “ótimas notícias”.

“Haverá este ano entre 1900 e 2000 nascimentos a mais do que no ano passado [2009]”, disse o responsável àquele órgão de comunicação social, reconhecendo, contudo, “uma certa dificuldade em compreender [este números], tendo em conta o período que vivemos de crise e pressão”.

Em 2009, o número de nascimentos não ultrapassou os 98 mil, um mínimo que a crise poderia ajudar a manter. Contudo, medidas como a atribuição de subsídios de natalidade em algumas autarquias do país permitiram inverter a tendência negativa.

No concelho alentejano de Mora, por exemplo, nasceram 31 bebés no ano passado, um número recorde impulsionado pela política de incentivo à natalidade posta em prática pela autarquia desde 2004.

[Notícia sugerida pelo utilizador Bruno Melo]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close