Ambiente

Nuclear: Suiça encerra centrais até 2034

NULL
Versão para impressão
O parlamento suíço aprovou, na semana passada, um plano para encerrar os cinco reatores nucleares do país. O encerramento será gradual, entre 2019 e 2034.

Um mês após o tsunami no Japão que levou ao desastre nuclear de Fukushima, o governo suíço decidiu suspender o plano de substituição das suas centrais nucleares e recomendou que as mesmas fossem encerradas.

Esta decisão foi, inicialmente, aprovada pela Câmara Baixa. Agora foi a vez do Parlamento suíço aprovar a decisão, o que vem confirmar e garantir o encerramento dos reatores nucleares, gradualmente até 2034.

Segundo a AFP, a primeira central nuclear a encerrar será a de Beznau I, em 2019. Em 2022, é a vez do encerramento das centrais de Beznau II e Muehleberg. Prevê-se que sete anos depois, em 2029, se proceda ao fecho da central de Goegen, e por fim, em 2034, a de Leibstadt.

O custo do encerramento das centrais nucleares ronda os 3,1 mil milhões de euros, anuncia a Euroactiv no seu site oficial.

Os suíços partem para a criação de uma nova política energética do país que se centra na aposta das energias hidroeléctricas, renováveis e até a utilização dos combustíveis fósseis.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close