Emprego e Poupança

Novo Ano: Poupar é possível

NULL
Versão para impressão
Antes de mais: Bom Ano de 2011! E para garantir que seja realmente um bom ano, que podemos fazer? Provavelmente não conseguimos, sozinhos, mudar a conjuntura, mas podemos sempre mudar o nosso comportamento de consumo! E estas são as Boas Notícias: mudar é possível! Para que saiba como, vamos espreitar um dia típico de uma família, o casal Santos, que tem dois filhos.

[Por Ana Bravo, consultora financeira]

Image and video hosting by TinyPicDe manhã, ao acordar, a família Santos trata do pequeno almoço. Têm especial cuidado com esta refeição tão importante pois sabem que ser saudável é a melhor forma de poupar em idas ao médico e medicamentos. Enquanto as crianças se preparam para sair, os pais enchem garrafas com água e arranjam um lanche e o almoço com o que sobrou do jantar do dia anterior, de forma a poderem alimentar-se convenientemente sem gastar dinheiro em pastelarias e restaurantes.

A caminho da escola das crianças, param para ir pôr combustível. Atestam sempre o depósito pois desta forma poupam em idas ao posto e permite-lhes ter uma noção exata dos valores que gastam mensalmente em combustível. Fazem-no sempre de manhã cedo ou à noite por serem os períodos mais frescos do dia e por isso quando os combustíveis estão mais densos, comprando então mais por menos.

No final do dia, os Srs. Santos, depois de apanharem os filhos na escola, regressam ao lar onde preparam o jantar, fazem-no sempre a contar com o almoço do dia seguinte. Durante a confeção percebem que alguns produtos estão a terminar e de imediato tomam notas das compras a fazer na lista que têm afixada na cozinha. Os Srs. Santos sabem a importância de ter uma lista detalhada na altura de fazer compras: promove o foco, evita as perdas de tempo, as compras supérfluas e os esquecimentos.

Tratando-se do final de um mês, o casal Santos senta-se para anotar todas as despesas que tiveram, atualizar a folha de orçamento e analisar as necessidades para o próximo. Quando se tem filhos deve-se estar sempre prevenido para surpresas, pelo que o casal tem uma rubrica especial na folha de orçamento para eventualidades.

No dia seguinte é altura de fazer as compras principais do mês. Estas, o casal Santos faz apenas uma vez no mês pois permite-lhes um controle muito maior sobre as suas despesas e ter uma noção apurada de tudo o que gasta.

As compras de legumes e fruta são feitas uma vez por semana sendo que dão prioridade a comprar o que é da época pois não só é mais barato como também garante melhor em qualidade (exemplo, em janeiro optar por laranjas, toranjas, clementinas, tangerinas, limões, papaias, couve branca, vermelha e verde, alho francês, brócolos e couve-flor ). Conscientes que é na carne e no peixe que mais se gasta dinheiro, esta família intercala a sua alimentação com refeições vegetarianas.

Para poupar em deslocações supérfluas, o casal faz as compras a meio caminho entre o local de trabalho e casa pelo que preparam desde já os sacos reutilizáveis, os talões e cupões de desconto para levar para o carro na manhã seguinte. O casal Santos, devido ao orçamento mensal sabe exatamente quanto dinheiro vai gastar.

[Ana Bravo é consultora de crédito bancário e sócia-gerente da RP Créditos e RP Formação. Para saber mais sobre os serviços, cursos e workshops desta empresa de consultoria e educação financeira clique aqui]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close