Negócios e Empreendorismo

Novo acordo vai ajudar Portugal a reforçar engenharia

O Governo português e a multinacional alemã Siemens assinam, esta terça-feira, um memorando para reforçar a engenharia em Portugal, pretendo estimular a formação académica entre os alunos do ensino básico, secundário e superior nesta área.
Versão para impressão
O Governo português e a multinacional alemã Siemens assinam, esta terça-feira, um memorando para reforçar a engenharia em Portugal, pretendo estimular a formação académica entre os alunos do ensino básico, secundário e superior nesta área.

O objetivo do acordo é também proporcionar uma formação mais prática a quem já estuda engenharia, permitindo, assim, uma melhor integração no mercado profissional. Dado este passo, haverá ainda a possibilidade de os alunos dos Ensinos Superior e Profissional realizarem estágios na Siemens Portugal.

Em comunicado citado pela Agência Lusa, Carlos Melo Ribeiro, CEO da Siemens Portugal, afirma que este protocolo será um reforço do “compromisso da Siemens com a necessidade de aumentar a qualificação dos recursos humanos nacionais e, consequentemente, a sua empregabilidade”. 

Como consequência deste memorando haverá “um aumento da qualidade, da produtividade e da competitividade do tecido empresarial português, principalmente ao serviço da exportação”, acrescenta.

A assinatura do protocolo contará com a presença do ministro da Educação Nuno Crato e do ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, e decorrerá no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.

Na sequência desta aprovação, o projeto “Engenharia made in Portugal” tem então pernas para andar. Segundo o que o Ministério da Educação afirmou ao jornal Expresso, esta iniciativa será posta em prática ainda este ano lectivo.

De acordo com o que noticia a Lusa, este projeto prevê igualmente que sejam disponibilizadas de forma gratuita licenças de software a institutos politécnicos, escolas profissionais e também universidades. A juntar a isso, prevê-se a cedência, também gratuita, de hardware de automação e ainda uma formação dos docentes para a utilização destes programas e equipamentos.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close