Espetáculos e Exposições

Novas confirmações no FMM Sines

NULL
Versão para impressão
As três novas confirmações do programa do FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2011 são provenientes do Senegal, da Palestina e da Suíça: Cheikh Lô, Le Trio Joubran e Mama Rosin.  A edição de 2011 do FMM realiza-se em dois fins-de-semana de julho: 22 a 24 (sexta a domingo) e 27 a 30 (quarta a sábado).

Cheikh Lô no dia 22 de julho

Cheikh Lô é considerado um dos músicos africanos mais importantes das últimas duas décadas. Na sua voz, o mbalax mais tradicional surge suavizado através de um maior uso acústico e da incorporação de ritmos cubanos, reggae, música brasileira e influências de outras origens. Nascido em 1955, numa cidade do Burkina Faso junto ao Mali, Lô é senegalês, mas domina toda a cultura musical da África Ocidental e Central. Cantor, guitarrista e compositor de excelência, começou a carreira como percussionista, primeiro em África e depois em França, onde passou alguns anos na década de 80. De volta ao Senegal, editou o álbum "Ne La Thiass" (1996), produzido por Youssou N`Dour, que fez dele uma estrela. Seguiram-se outros trabalhos entre eles "Jamm", um dos grandes discos de 2010.

Le Trio Joubran no dia 22 de julho

Filhos de uma família palestina com quatro gerações de fabricantes e tocadores de alaúde, Samir, Wissam e Adnan Joubran expandem o potencial deste instrumento, conferindo-lhe em trio novas dimensões de harmonia e sincronização. "Majâz" (2007) foi o disco que os tornou conhecidos do público internacional. Seguiram-se "À l`Ombre des Mots" (2009) e "AsFâr" (2011). O repertório do grupo, composto por peças originais e improvisações, funda-se na cultura dos maqâms tradicionais.

Mama Rosin no dia 27 de Julho

Originário de Genebra, o trio suíço Mama Rosin reinventa o zydeco, estilo de música de dança nascido há dois séculos no seio da comunidade crioula negra do Luisiana. O grupo funde o rock n` roll mais enérgico ao manancial de música norte-americana com raízes na cultura de língua francesa. Elegem como grandes influências Amede Ardoin, lendário tocador de concertina dos anos 1920 e 1930, mas também bandas como Velvet Underground, The Clash e White Stripes. Gravaram o primeiro disco, "Tu As Perdu Ton Chemin", em 2008, e "Brûle Lentement", em 2009. "Black Robert", editado também em 2009, acrescentou o jazz e o calypso como ingredientes desta música festiva. Lançam, muito em breve, o seu quarto disco.

Outras confirmações

Além dos nomes divulgados nesta nota, estão também já confirmados, entre os 35 concertos previstos, os seguintes artistas: Congotronics vs. Rockers (RD Congo / EUA / Argentina / Suécia), Vishwa Mohan Bhatt & The Divana Ensemble "Desert Slide" (Rajastão – Índia), Ebo Taylor & Afrobeat Academy (Gana), Mário Lúcio (Cabo Verde), Mamer (China), António Zambujo (Portugal), Blitz the Ambassador (Gana / EUA), Ayarkhaan (República da Iacútia – Rússia), Shunsuke Kimura x Etsuro Ono (Japão), Luísa Maita (Brasil), Mercedes Peón (Galiza – Espanha), Manou Gallo & Women Band (Costa do Marfim / Bélgica), Nomfusi & The Lucky Charms (África do Sul) e Nathalie Natiembé (Ilha Reunião – França).

Visite AQUI o site oficial do FMM para mais informação.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close