Saúde

Nova vacina poderá curar alergia a gatos

A sorte de quem quer ter um gato e não pode fazê-lo por ser alérgico pode estar prestes a mudar. Cientistas canadianos estão a desenvolver uma vacina que poderá solucionar o problema.
Versão para impressão
A sorte de quem quer ter um gato e não pode fazê-lo por ser alérgico a felinos pode estar prestes a mudar. Cientistas canadianos estão a desenvolver uma vacina que poderá solucionar o problema, pondo fim aos espirros e ao nariz a pingar.
 
Cerca de 10% da população mundial sofre de alergia a gatos sendo que, atualmente, as únicas soluções disponíveis são manter-se longe ou tomar sucessivas injeções com o objetivo de desenvolver alguma tolerância, o que, segundo Mark Larche, um dos investigadores envolvidos no projeto, pode demorar anos.
 
A equipa de alergologistas criou a vacina isolando a proteína libertada pelos gatos que provoca a reação alérgica. Seguidamente, os especialistas utilizaram amostras de sangue de pessoas com alergia a estes animais para compreender que segmento da proteína ativa as células imunitárias.
 
Após esta fase inicial, os cientistas construíram versões sintéticas destes segmentos – os chamados peptídeos -, que constituem os principais componentes da vacina. O propósito é que o sistema imunológico se encontre com eles e que os mesmos se encaixem nas suas células, fazendo com que o organismo os reconheça como inofensivos.
 
Por enquanto, a vacina ainda não está disponível, os estudos mais recentes efetuados demonstraram que o fármaco é seguro e eficiente na redução das reações alérgicas. 
 
Para chegar a esta conclusão, os investigadores realizaram um teste preliminar com 88 pacientes, constatando que uma única injeção diminuiu reações inflamatórias na pele em 40%, sem existência de efeitos secundários significativos.
 
A vacina está a ser desenvolvida pela Adiga Life Sciences, uma empresa da McMaster University, no Canadá, em parceria com a Circassia, uma empresa particular de biotecnologia, que se preparam para continuar os testes, desta vez com um grupo maior, para apurar qual será a dose ideal.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close