Saúde

Nova rede oncológica não encerrará serviços

A nova proposta para a Rede Nacional de Cuidados Oncológicos abandona a ideia de encerrar serviços e a aplicação de um número mínimo de casos, contudo, alguns hospitais deixam de poder fazer certos tratamentos relacionados com o cancro, conforme noti
Versão para impressão
A nova proposta para a Rede Nacional de Cuidados Oncológicos abandona a ideia de encerrar serviços e a aplicação de um número mínimo de casos, contudo, alguns hospitais deixam de poder fazer certos tratamentos relacionados com o cancro, conforme noticia esta quarta-feira a TSF.

A rede de cuidados oncológicos é um projeto antigo que está agora a ser posto em marcha pelo coordenador nacional da doença oncológica, Manuel Leitão Silva que já apresentou os princípios desta proposta à ministra da Saúde Ana Jorge.

Até ao final do ano espera-se que a rede nacional de cuidados oncológicos esteja concluída de norte a sul do país. A avaliação dos serviços nos hospitais será feita nos próximos meses, caso a caso.

O coordenador nacional quer dar mais qualidade ao tratamento e combate ao cancro. Por ano são diagnosticados mais de 40 mil casos de cancro em Portugal.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close