Inovação e Tecnologia

Nova fita adesiva cola mesmo “cientistas ao teto”

NULL
Versão para impressão

Investigadores alemães criaram uma fita adesiva tão forte que pode ser reutilizada milhares de vezes sem que perca as suas qualidades. O produto foi inspirado em insetos e nas osgas que conseguem segurar-se sobre as paredes e outras superfícies, sem dificuldade.

A ideia veio da Universidade de Kiel, na Alemanha, que se dedicou ao estudo destes animais. O que descobriram é que a capacidade dos insetos se agarrarem provem dos inúmeros pêlos que se encontram espalhados pelas suas patas e pernas. Estas estruturas estabelecem forças de Van der Waals com as superfícies o que possibilita a deslocação destes animais nas paredes e tetos.

Durante a apresentação da ideia, Achim Oesert, investigador do projeto, conseguiu mesmo ficar suspenso do teto, usando unicamente o poder aderente da fita, tal como o cientista do velho anúncio da cola Araldite.

Partindo desta premissa, os investigadores conseguiram fabricar uma fita adesiva várias vezes mais resistente que as utilizadas hoje em dia. “A questão principal para haver uma boa aderência é o contacto íntimo com a superfície”, explicou Stanislav Gorb, investigador líder do projeto, ao Daily Mail.

Esta fita inspirada nos insetos pode ainda ser usada de baixo de água e não deixa nas superfícies qualquer tipo de substância pegajosa. Segundo os investigadores os adesivos biológicos podem vir a ter várias aplicações comerciais.

A equipa não terminou aqui a sua pesquisa e continua à procura de novas inspirações. Neste momento, estão a investigar outras superfícies naturais, incluindo pele de cobra. “Da natureza conseguimos retirar ideias não convencionais”, disse o investigador. “Nem todas são realizáveis, nem baratas. Mas são numerosas”, concluiu.

[Notícia corrigida a 07/11/2011 às 23h55]

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close