i9magazine

NOS integra laboratório colaborativo em transformação digital

Versão para impressão

 

A NOS reforça o seu compromisso com a investigação e desenvolvimento ao integrar o Laboratório Colaborativo em Transformação Digital – DTx, em conjunto com várias entidades, através da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

O Laboratório Colaborativo, do qual a NOS é uma das entidades fundadoras, é uma instituição de investigação aplicada em diferentes áreas associadas à transformação digital. Tem por objetivo incentivar a cooperação entre unidades de I&D, instituições de ensino superior e o setor produtivo, assegurando novas formas colaborativas e de partilha de risco entre os setores público e privado que sejam potenciadoras de criação de valor e de emprego qualificado neste domínio científico.

Fruto de uma iniciativa conjunta promovida pela Fundação Ciência e Tecnologia (FCT), Agência Nacional de Inovação (ANI), Ministério da Economia e Ministério da Ciência e Ensino Superior, os Laboratórios Colaborativos (CoLAB) envolvem a Academia, centros de investigação e o tecido empresarial.

O Laboratório Colaborativo em Transformação Digital agrega os centros de investigação da Universidade do Minho, da Universidade de Évora, da Universidade Católica e da CEIIA, INL. Para além da NOS inclui ainda as empresas Accenture, eBankIT, Bosch, Cachapluz – Bilanciai, Celoplás, Embraer, IKEA, NEAdvance, Primavera, Simoldes, TMG Automotive e WeDo.

Neste âmbito, a NOS, como operador de telecomunicações dá continuidade à sua aposta na I&D digital, essencial à competitividade do setor e alinhada com a sua estratégia de inovação.

Para Pedro Bandeira, diretor da NOS Inovação “com este passo a NOS integra um ecossistema talhado para a investigação e desenvolvimento, estreitando uma colaboração entre Academia, laboratórios, centros de investigação e empresas das mais diversas áreas de atuação. A visão da inovação de forma aberta e colaborativa que presidiu ao desenho deste Laboratório está plenamente alinhada com a da NOS e estamos entusiasmados em fazer parte deste encontro de vontades e know-how.”

A implementação de CoLABs será estruturada em duas fases. A fase inicial corresponderá à constituição de uma rede de instituições com o reconhecimento de CoLAB que, numa segunda fase, se poderá candidatar a programas de financiamento públicos específicos.

Com a atribuição do título de CoLAB a consórcios pretende-se estimular a criação de emprego altamente qualificado e, se possível, internacionalizar a capacidade científica e tecnológica nacional, através da ligação destes instrumentos às redes internacionais de laboratórios colaborativos.

O conteúdo NOS integra laboratório colaborativo em transformação digital aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close