Negócios e Empreendorismo

Navio “eólico” transporta aerogeradores portugueses

NULL
Versão para impressão
Até ao fim deste ano, dezenas de aerogeradores produzidos em Portugal serão transportados para a Europa através de um navio inovador que aproveita o vento para gerar energia elétrica, poupando em cerca de 40 por cento o consumo de combustível. O primeiro navio, com três aerogeradores, partiu este sábado de Viana do Castelo com destino à Lituânia.

Segundo informação avançada pela RTP, o E-Ship 1 foi concebido para evitar os desperdícios de energia e carregar as componentes fabricadas nas cinco unidades industriais que a multinacional alemã Enercon tem na região de Viana do Castelo (Parque Empresarial da Praia Norte e Parque Empresarial de Lanheses).

Através da ação do vento – sistema de energia que também é utilizado nos aerogeradores – os motores do navio são alimentados permitindo assim poupar cerca de 40 por cento de combustível.

O navio tem cerca de 130 metros de comprimento, 22 de largura e 10 de calado. O E-Ship 1 carregou, a semana passada, a partir do porto comercial de Viana do Castelo, três torres de aerogeradores, com mais de 80 metros de altura, com destino à Lituânia.

Aumento de exportações

A primeira passagem do navio em Portugal insere-se num plano de exportações definido pela Enercon até ao final do ano, ao ritmo de um navio por semana a carregar componentes no porto de Viana do Castelo, testando a “competitividade e logística”, relativamente a outras unidades do grupo, segundo o “Correio do Minho”.

“Nos últimos dois meses já tivemos 10 navios a carregar componentes das nossas fábricas em Viana do Castelo. É um movimento que vai continuar até dezembro”, garantiu ao Correio do Minho, Francisco Laranjeira, responsável da multinacional em Portugal.

“Era um desejo nosso ter este navio, que é o embaixador da empresa, em Viana, onde estão a sede e as fábricas das unidades portuguesas do grupo. Finalmente foi possível concretizar essa vontade agora”, sublinhou o responsável.

As unidades industriais em Viana do Castelo, distribuídas pelo Parque Empresarial da Praia Norte e Parque Empresarial de Lanheses, empregam cerca de mil trabalhadores entre fábricas de pás de rotor, torres de betão, mecatrónica e aerogeradores, sublinhou o jornal local.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close