Sociedade

Natalidade bate recorde em Mora

Em 2010, o concelho alentejano de Mora registou 31 nascimentos, o que corresponde a um aumento de 20,4 por cento face ao ano anterior. Estes números resultam da política de incentivo à natalidade implementada pela autarquia há seis anos, que permitiu
Versão para impressão
Em 2010, o concelho alentejano de Mora registou 31 nascimentos, o que corresponde a um aumento de 20,4 por cento face ao ano anterior. Estes números resultam da política de incentivo à natalidade implementada pela autarquia há seis anos, que permitiu subsidiar as famílias em quase 100 mil euros.

Sendo que 2010 foi o ano de maior natalidade em Mora , também os subsídios foram atingiram o valor mais alto de sempre (25.500 euros). A autarquia atribui 500 euros às famílias que tenham o primeiro filho, 1000 euros para o segundo e 1.500 euros para o terceiro.

Segundo o comunicado divulgado pela Câmara de Mora, nos últimos meses do primeiro ano da política de incentivo à natalidade foram atribuídos 4.000 euros de subsídio, correspondentes a seis nascimentos. Em 2005, o número de nascimentos subsidiados subiu para 14, correspondentes a 11 mil euros.

O primeiro “boom” populacional verificou-se em 2006, ano em que os subsídios atingiram os 25 mil euros, graças ao nascimento de 24 bebés. O número seria ultrapassado já em 2009, com 25 nascimento.

A Câmara de Mora considera que a fixação das pessoas no concelho deve-se também ao crescente desenvolvimento da região, nomeadamente a consolidação da pequena indústria e o incremento do turismo, bem como as medidas municipais de apoio à habitação jovem.

O aumento dos postos de trabalho no comércio e restauração – a que a abertura do Fluviário não é alheia – é outro sinal para a fixação da população e também para a imigração de concelhos vizinhos.

[Notícia sugerida pelo utilizador Nuno Paisana]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close