Ambiente

Nasceram em Silves mais 11 crias de lince-ibérico

A população de linces-ibéricos em Silves continua a aumentar. Acaba de ser anunciado o nascimento de mais 11 crias desta espécie ameaçada no Centro Nacional de Reprodução do Lince-Ibérico naquela cidade algarvia (CNRLI).
Versão para impressão
A população de linces-ibéricos em Silves continua a aumentar. Acaba de ser anunciado o nascimento de mais 11 crias desta espécie ameaçada no Centro Nacional de Reprodução do Lince-Ibérico naquela cidade algarvia (CNRLI). Os animais estão de boa saúde e uma das ninhadas foi mesmo uma surpresa para os tratadores.
 
Em comunicado, o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) revela que foi no dia 19 de março, pelas 06.44h, que veio ao mundo a primeira ninhada de 5 crias alguma vez registada em cativeiro, resultado do acasalamento da fêmea Fruta com o macho Drago. 
 
O nascimento das cinco crias, “saudáveis e que estão a desenvolver-se naturalmente”, está a ser considerado um acontecimento “extremamente raro” pelo ICNF, visto que, até hoje, existe apenas um registo conhecido do nascimento de uma ninhada semelhante de linces-ibéricos em liberdade, observado no Parque Nacional de Doñana, em Espanha, em 1993 – ou seja, há precisamente 20 anos.
 
Porém, de acordo com o instituto, Fruta, “não parece incomodada pelo tamanho da sua ninhada e dedica-lhe todos os cuidados maternais normais”, além de estar a “adaptar-se às exigências”, ingerindo “três vezes mais alimento do que consome normalmente fora da temporada de cria”.
 
Este foi o terceiro parto consecutivo da fêmea no CNRLI, onde chegou em Novembro de 2010, e esta 'mamã' conta atualmente com 4 descendentes sobreviventes, fruto do acasalamento com Fresco no ano passado: Junípero, Junquilho, Junquinha e Joaninha.
 
Já Drago, o pai desta ninhada de cinco crias, chegou ao CNRLI em 2009 e já deu ao centro dois outros bebés: Janes e Juromenha, que nasceram do seu acasalamento em 2012 com Biznaga, fêmea que, já este ano, deu à luz quatro novos membros que se juntaram à família de linces-ibéricos do centro.

“Família” de linces ganhou ainda outros seis novos elementos
 

Fruta e Drago não foram, no entanto, os únicos a trazer descendentes ao CNRLI no passado mês de Março. Também Flora, fêmea que, este ano, acasalou com Fresco, pariu 4 crias no dia 18, mantendo-se, neste momento, “dedicada a amamentar e cuidar” dos seus quatro filhotes. Segundo o ICNF, a ninhada está a seguir o seu desenvolvimento “de forma aparentemente normal”.
 
A progenitora encontra-se no CNRLI desde Novembro de 2010 e este foi o seu segundo parto no âmbito do programa de reprodução – em 2012, Flora tinha dado à luz outras quatro crias, das quais apenas três sobreviveram (as fêmeas Jacarandá e Janga e o macho Jedi).
 
No dia 23 de Março nasceram, finalmente, as duas mais jovens crias do centro, resultado do acasalamento de Fresca e Eón. Embora se trate de uma ninhada mais pequena, o ICNF garante que está também a evoluir normalmente.
 
Fresa, irmã de Fresco que chegou ao CNRLI em finais de 2009 e que assim foi mãe pela segunda vez no âmbito do programa durante a idade adulta, tinha já deixado quatro descendentes o ano passado, fruto do acasalamento com o mesmo macho: Joio, Janeira, Joeira e Jeropiga, que têm, neste momento, um ano de idade.
 
As 11 crias recém-nascidas vêm, assim, juntar-se à população já existente de linces-ibéricos, onde se destacam outros quatro bebés: os filhos da fêmea Biznaga que, como o Boas Notícias avançou à data, nasceram no início do mês passado, pouco depois de o CNRLI ter também recolhido e congelado pela primeira vez três embriões da espécie. 

[Notícia sugerida por Ana Guerreiro Pereira]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close