Ciência

NASA: Novo foguetão vai levar astronautas a Marte

NULL
Versão para impressão
A NASA apresentou, esta quarta-feira, um novo sistema de lançamento especial (SLS  – Space Launch System) que, no futuro, permitirá realizar voos tripulados para Marte. Este será o maior foguete da agência espacial norte-americana desde o Saturno V, que impulsionou a missão Apollo até a Lua.
 
“O SLS vai dar à nação um meio seguro, acessível e sustentável de chegar para além dos nossos limites atuais. Vai dar abertura a novas descobertas do ponto de vista exclusivo do espaço”, promete a NASA no site oficial.
 
Este novo sistema irá proporcionar a presença humana para além da órbita da terra, através da cápsula MPCV, anunciada em maio. Para além disso, o SLS estará preparado para transportar 130 toneladas de carga útil. O Space Launch System vai também apoiar as naves de transporte comercial, que farão voos para a Estação Espacial Internacional. 
 
O novo foguete será responsável por colocar em órbita a nave Órion, uma cápsula Apollo que começou a ser construída há poucos dias.

Lançamento agendado
 
A NASA planeia fazer o primeiro lançamento não tripulado do foguete em 2017 e agendou para 2021 a viagem dos primeiros astronautas a bordo do SLS. Pelo caminho, o governo de Obama determinou que o SLS deverá fazer, até 2025, uma missão tripulada a um asteroide próximo da Terra. Depois disso, a ideia é pisar o planeta vermelho, em 2030, numa missão de pouso.
 
“Este novo sistema de lançamento criará postos de trabalho bem remunerados nos Estados Unidos, manterá a liderança americana no espaço e será a inspiração de milhões de pessoas em todo o mundo”, disse, em comunicado, o administrador na NASA, Charles Bolden.
 
Segundo o comunicado, este será um investimento de 35 biliões de dólares para superar a construção do equipamento. No entanto, o SLS irá preencher uma lacuna no programa de voos tripulados dos EUA, devido ao encerramento do programa de vaivéns espaciais, em julho.

“Um progresso constante”
 
A NASA admite ter “vindo a fazer um progresso constante para realizar o objetivo de exploração do espaço profundo, ao fazê-lo de uma forma mais acessível”, disse a administradora adjunta da NASA, Lori Garver. “Temos estado a progredir para baixar os custos do SLS, adotando novas formas de fazer negócio e projetando um valor de centenas de milhões de dólares de poupança por ano.”
 
O Space Launch System será o primeiro veículo explorador desde que o Saturno V levou, há 40 anos, o Homem à Lua. Este foguetão irá expandir o nosso alcance do sistema solar, permitindo explorar asteroides próximos da Terra, Marte, e outras luas.
 
Desta forma, o Homem passará a compreender melhor a formação do sistema solar, da água e da vida. A humanidade vai perceber de que forma a vida pode ser preservada em locais remotos, longe da nossa atmosfera. O SLS vai, diz a NASA, “expandir os limites da exploração humana”. Estas descobertas vão mudar o nosso entendimento de nós mesmos, do nosso planeta e do seu lugar no universo”.

Clique AQUI para aceder à informação no site oficial da NASA.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close