Ciência

Nano diamantes melhoram tratamento do cancro

Cientistas norte-americanos encontraram uma maneira de atacarem tumores do cancro da mama e do fígado com recurso a um tipo de quimioterapia mais potente que associa pequenas partículas de carbono conhecidas como nano diamantes.

Versão para impressão
Cientistas norte-americanos encontraram uma maneira de atacarem tumores do cancro da mama e do fígado com recurso a um tipo de quimioterapia mais potente que associa pequenas partículas de carbono conhecidas como nano diamantes.

A técnica foi testada em ratos e mostrou que os nano diamantes ajudaram o medicamento, doxorubicin, a entrar dentro do tumor resistente à quimioterapia e a diminui-lo, de acordo com o estudo publicado na revista especializada Science Tranlational Medicine.

Sem os nano diamantes, o medicamento ou era rejeitado pelo corpo ou falhava a agir no tumor, sendo que doses mais elevadas eram impossíveis com risco de vida para o paciente.

“Este é o primeiro trabalho que demonstra o potencial significativo dos nano diamantes no tratamento de cancros resistentes a quimioterapia”, defendem os responsáveis do estudo.

“O mais interessante neste estudo é quando administrávamos uma dose mais elevada do medicamento, essa dose era tão tóxica que todos os animais morriam”, explica o Dr. Dean Ho da Northwestern University.

“Mas quando dávamos a mesma dose com os nanodiamantes,não só todos sobreviviam ao estudo como os tamanhos dos tumores eram menores”, contou o mesmo responsável à AFP.

A superfície de cada nano diamante tem grupos funcionais que permitem que se liguem a uma gama de compostos, incluindo os agentes da quimioterapia como é o caso da doxorubicin.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close