Negócios e Empreendorismo

Mobiliário urbano português exportado para Marrocos

A empresa portuguesa de mobiliário urbano Larus ganhou um projeto em Marrocos no valor de 1,3 milhões com o objetivo de mobilar o troço rodoviário que liga a capital do país, Rabat, à cidade de Agadir.
Versão para impressão
A empresa portuguesa de mobiliário urbano Larus ganhou um projeto em Marrocos no valor de 1,3 milhões com o objetivo de mobilar o troço rodoviário que liga a capital do país, Rabat, à cidade de Agadir, um dos mais importantes trabalhos do Magrebe a este nível promovido por iniciativa do Rei de Marrocos, Mohamed VI.
 
A Larus foi selecionada pela Autoroutes du Marroc, a maior empresa do país, para equipar as 27 estações de serviço que se encontram ao longo deste troço de 840 quilómetros com pérgolas de ensombramento, bancos duplos com costas, bancos individuais com e sem costas, mesas, papeleiras e floreiras em materiais como o aço e a madeira.
 

Em comunicado enviado ao Boas Notícias, a Larus adianta que, além do fornecimento dos equipamentos, será também responsável pelo estudo dos solos e pela implementação local do projeto, cuja data de conclusão está prevista para junho próximo. 
 
De destacar que a Larus já tinha vencido, também em Marrocos, o concurso para mobilar a autoestrada que liga Rabat a Oujda (ao longo de um troço de 500 quilómetros) em 2011.
 
Segundo a marca portuguesa, “o design, a segurança e a sustentabilidade dos materiais voltaram a ser decisivos” para que a empresa vá continuar a “humanizar o território e a dar identidade a estes espaços públicos utilizados diariamente por milhares de condutores”.
 
Para Pedro Martins Pereira, fundador da Larus, este projeto resulta do desenvolvimento de uma estratégia de internacionalização iniciada em 2010 e de um trabalho local em Marrocos que incluiu a apresentação de soluções inovadoras distinguidas pelos prémios internacionais Red Dot em 2011 e DME Award em 2010.
 
Em 2013, prevê-se que a atividade exportadora da Larus seja responsável por 55% do seu volume de negócios com os mercados da África do norte, centro da Europa e Emirados Árabes a registarem as maiores taxas de crescimento.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close