Ciência

Missão europeia vai explorar luas de Júpiter

Ao longo de três anos, a Agência Espacial Europeia vai explorar os oceanos gelados das luas de Júpiter e descobrir as suas potencialidades para gerar vida.
Versão para impressão
A Agência Espacial Europeia (ESA, sigla em Inglês) está a preparar uma missão que vai explorar o maior planeta do sistema solar e três das suas luas de gelo. O projeto será iniciado em 2022 com o lançamento da nave Juice, que chegará a órbita oito anos depois.
 
Ao longo de três anos a nave vai explorar as luas Europa, Ganimedes e Calisto e observar o planeta gasoso que estas orbitam. A agência está motivada com a missão visto que os cientistas acreditam que estas três luas poderão ter oceanos de grande escola sob uma espessa camada de gelo.
 
O projeto espacial vai medir a espessura das camadas de gelo, explorar os oceanos escondidos, revelar as estruturas internas dos satélites naturais e mapear as suas superfícies.
 
A agência optou por selecionar 11 instrumentos científicos para a realização das experiências, sendo que estes sistemas deverão ser produzidos por 15 equipas científicas da Europa, Japão e Estados Unidos da América.
 
“A seleção dos instrumentos da Juice é um marco fundamental na missão emblemática da ESA para explorar o Sistema Solar, que representa uma oportunidade sem precedentes para demonstrar o significativo conhecimento tecnológico e científico europeu”, salientou Álvaro Giménez Cañete, diretor de Ciência e Exploração Robótica da ESA, no site oficial da agência.
 
Ao longo da missão, a nave vai observar a atmosfera, a magnetosfera e os campos elétricos e magnéticos de Júpiter, bem como a interação do planeta com as quatro luas descobertas por Galileu Galilei, no ano em 1610.
 
“Jupíter e as suas luas geladas constituem uma espécie de mini sistema solar à sua própria maneira, oferecendo aos cientistas europeus e aos nossos parceiros internacionais a oportunidade de aprender mais sobre a formação de mundos potencialmente habitáveis em torno de outras estrelas”, conclui Dmitrij Titov, outro dos cientistas da ESA envolvidos na missão.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close