Gastronomia

Miguel Rocha Vieira conquista 3.ª estrela Michelin

É o primeiro chef português a conseguir três estrelas Michelin. O restaurante Costes Downtown (Budapeste, Hungria), que foi inaugurado por Miguel Rocha Vieira, recebeu esta semana a sua primeira estrela, que se junta a outras duas que o chef já tinha
Versão para impressão
É o primeiro chef português a conseguir três estrelas Michelin. O restaurante Costes Downtown (Budapeste, Hungria), que foi inaugurado há 11 meses com Miguel Rocha Vieira à frente da cozinha, recebeu esta semana a sua primeira estrela, que se junta a outras duas que o chef já tinha conquistado.

A primeira estrela de Miguel Rocha Vieira, que também é júri do concurso MasterChef português, foi conquistada em 2010 para o Costes Restaurant, em Budapeste, onde o chef português liderou a cozinha desde 2008. Essa estrela tem sido mantida desde então. Em Novembro de 2015, Miguel Rocha Vieira conquistou mais uma estrela desta vez para para o restaurante Fortaleza do Guincho, que lidera desde Julho do ano passado. 

Agora, foi o restaurante Costes Downtown, também em Budapeste, cuja cozinha foi inaugurada pelo chef português, a conquistar uma estrela. Apesar de ter regressado a Portugal em Julho de 2015, para o restaurante Fortaleza do Guincho, em Cascais, Miguel Vieira continua a trabalhar como consultor dos dois restaurantes que ajudou a lançar em Budapeste, fazendo visitas mensais aos dois espaços. 
 
 

Estou sem palavras. Mais uma vez a dedicação e o trabalho de equipa comprovaram que compensa sempre todo esforço de uma…

Publicado por Miguel Rocha Vieira em Quarta-feira, 9 de Março de 2016


O anúncio da nova estrela, e da manutenção da estrela do Costes Restaurant, foi celebrado pelo próprio chef na sua página oficial do Facebook.
 
“Estou sem palavras. (…) Durante a noite, duas estrelas Michelin recaíram sobre Budapeste: a sétima consecutiva para o Costes Restaurant, e a primeira (de muitas, espero) para o Costes Downtown inaugurado há apenas dez meses”, diz o chef.
 
“Longe daquela que foi a minha casa durante esses sete anos, celebro em Portugal com muito orgulho aproveitando desde já para enviar um abraço para os meus camaradas em Budapeste”, lê-se ainda na publicação feita esta quarta-feira. 
 
Paixão pela cozinha nasceu em Londres
 
Miguel deixou o Portugal quando tinha apenas 20 anos estudar Gestão Hoteleira no City of London College, Inglaterra. Durante o segundo ano do curso descobriu a sua vocação quando estava a ter uma aula de cozinha.

“Desde essa primeira aula de cozinha que descobri que ate então tinha estado no sítio errado. É difícil descrever o que senti mas de repente percebi que aquele curso não era para mim, que o que eu queria mesmo era cozinhar. Nesse mesmo dia, quando cheguei a casa, comecei a procurar escolas de cozinha e umas semanas mais tarde estava inscrito na mais prestigiada escola de cozinha do mundo, Le Cordon Bleu”, relata o chef português numa pequena biografia divulgada online.
 
Depois de se ter graduado Miguel começou por trabalhar em Londres, depois foi para Franca e mais tarde Espanha. Em 2008 é convidado para ir para Budapeste para abrir o Restaurante Costes que, em menos de dois anos, conquistou a sua primeira estrela Michelin. 
 
Em Julho de 2015, Miguel Rocha Vieira regressa a Portugal quando foi convidado a ser chef executivo da Fortaleza do Guincho, em Cascais, onde se mantém atualmente em pleno desempenho de funções. 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close