Saúde

Meningite: menina amputada volta a caminhar

NULL
Versão para impressão
Com apenas dois anos, a britânica Amber Travers sofreu uma meningite e teve que amputar ambas as pernas (a partir do joelho), uma mão e um braço. Os médicos e os pais receavam que a criança nunca mais voltasse a andar, mas este mês Amber conseguiu recuperar a mobilidade graças a duas próteses.

Segundo o jornal Daily Mail, foi em novembro do ano passado que a mãe de Amber levou a filha para o hospital Alder Hey, em Liverpool, depois da criança ter passado a noite doente. Os médicos detectaram meningite mas receavam que fosse tarde demais para salvar Amber.

Depois de 12 operações, a vida da criança foi salva, mas para isso, a equipa médica teve que tomar medidas drásticas: amputar ambas as pernas (a partir da zona do joelho), a mão direita e o braço esquerdo.

Em janeiro, a criança voltou para casa e este mês experimentou pela primeira vez as novas próteses. Em poucos dias, Amber – que tinha aprendido a andar com apenas nove meses – (re)aprendeu os movimentos e já se desloca sem problemas.

Em declarações ao Daily Mail, a mãe de Amber confessa que a filha a espanta “a cada diz que passa”. “Perder as mãos e as pernas poderia ter destruído a sua vida, mas o seu espírito é demasiado forte”, sublinhou a progenitora, acrescentado que Amber faz questão de escolher os sapatos que vai usar.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close