Mundo

Menina de 10 anos salva pai da condenação à morte

NULL
Versão para impressão
Durante dois anos, Jin Jin, uma menina de 10 anos, enviou cartas ao Supremo Tribunal da província chinesa de Henan conseguindo que o pai não fosse condenado à morte, como estava sentenciado, adiantou a agência Lusa.

Segundo a imprensa local, Jin Jin escreveu diversas cartas aos juízes a pedir que suspendessem a execução da pena do seu pai. Wang Junbao, pai da criança, tinha sido condenado à morte depois de julgado pela morte da mulher durante uma discussão familiar.

A menina estava num centro de acolhimento para crianças com pais presos e através das cartas pedia ao tribunal que o pai não fosse executado, por não querer ficar órfã de ambos os pais.

Ao fim de dois anos de insistência da menina o tribunal teve em conta o seu apelo, suspendendo a pena de morte do pai da menina a 14 de maio.

[Notícia sugerida pelos utilizadores Raquel Baêta e Vitor Fernandes]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close