Ambiente

Mata do Buçaco ganha nova vida

A Mata Nacional do Buçaco está a ser alvo de uma requalificação que visa preservar o seu património e chamar a atenção para a riqueza deste espólio. Após um período de «quase total abandono», a Fundação Mata do Buçaco quer recuperar aquela centenária
Versão para impressão
A Mata Nacional do Buçaco está a ser alvo de uma requalificação que visa preservar o seu património e chamar a atenção para a riqueza deste espólio. Após um período de «quase total abandono», a Fundação Mata do Buçaco quer recuperar aquela centenária Mata Nacional preservando e desvendando o seu património único a cada vez mais visitantes.

A Fundação Mata do Buçaco (FMB) foi criada há um ano com o objetivo de relançar o turismo daquele espaço que tem atualmente, segundo declarações do presidente do conselho de Administração da FMD à agência Lusa, muitos problemas de manutenção por falta de investimento mas que tem um valor patrimonial.

“Esperamos que o Estado nos apoie na candidatura a fundos comunitários e nas contrapartidas nacionais. Uma das nossas grandes prioridades é o centro interpretativo”, referiu, destacando também os projetos para recuperar a Via-Sacra, “exemplar único no mundo”, e o investimento nos trilhos turísticos, além da necessidade de reflorestação de algumas áreas.

A mata foi criada pelos monges Carmelista e tem 105 hectares e contem espécies como sequoias e as araucárias, mas a sua maior árvore é um “Eucalyptus Regnans”, com 73 metros.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close