Espetáculos e Exposições

Mariza espalha o fado em digressão internacional

A fadista Mariza iniciou, esta sexta-feira, uma digressão internacional durante a qual irá levar o fado aos quatro cantos do mundo. A primeira paragem da tournée foi o Massey Hall, em Toronto, no Canadá.
Versão para impressão
A fadista Mariza iniciou, esta sexta-feira, uma digressão internacional durante a qual irá levar o Fado aos quatro cantos do mundo. A primeira paragem da tournée foi o Massey Hall, em Toronto, no Canadá.
 
“Esta digressão intitula-se 'Mariza nos palcos do mundo' e irá levar a cantora aos cinco continentes, começando pela América do Norte, seguindo-se, ainda este mês, os palcos europeus”, revelou à Lusa uma fonte da promotora da artista.
 
Ainda segundo a mesma fonte, o alinhamento dos espetáculos que fazem parte desta digressão “é um reflexo de todos os álbuns publicados”, desde “Fado em mim”, de 2001, a “Fado Tradicional”, em 2010. “Rosa branca”, “Alfama” e “Tasco da Mouraria” são alguns dos temas que interpretará nesta digressão, ao lado de “Cavaleiro-Monge”, “Rosa Branca” e “As meninas dos meus olhos”.
 
Nesta digressão, a criadora de “Ó gente da minha terra” (de Amália Rodrigues e Tiago Machado), que foi distinguida em 2012 com a Medalha de Mérito Cultural Grau Ouro da Cidade de Lisboa, é acompanhada por José Manuel Neto, na guitarra portuguesa, Pedro Jóia, na viola, Yani, na viola baixo, e Vicky Fernandes, nas percussões.
 
Durante este fim-de-semana (sábado e domingo), a fadista vai atuar no Zeiterion Hall, em New Bedford, Massachusetts, nos EUA, seguindo depois para a Califórnia, onde cantará nos dias 14, 15, 16 e 17 no Jazz Center, em San Francisco. 
 
Ainda em março, Mariza regressa à Europa para atuar em França, mais precisamente no Centro Cultural de Cesson-Sévigné. Daí, a fadista viaja para Saint-Malo, também na região francesa da Bretanha, onde sobe ao palco do Théâtre de la Ville no dia 28 de março.
 
No dia 30 será a vez de a artista atuar no Espace Sarah Bernhardt, em Goussainville, também em terras gaulesas.
 
Em abril, Mariza tem agendados vários espetáculos na Alemanha, seguindo depois, em maio, para o Reino Unido, onde a intérprete já conquistou os dois prémios BBC, Radio3 e World Music. Suécia, Polónia e Suíça são os países que se seguem nesta digressão.

Artista portuguesa soma distinções
 

Ao longo de cerca de 14 anos de carreira, a fadista editou cinco álbuns de estúdio, um ao vivo, e uma edição especial com a atuação num programa de Jools Holland, no canal britânico BBC.
 
Em 2009, Mariza conquistou o Globo de Ouro de Melhor Intérprete Nacional e, no mesmo ano, o seu álbum “Terra” (2008) foi considerado um dos dez melhores do mundo na área da “world music” por três publicações inglesas, as revistas Songlines e UnCut e o jornal Sunday Times. Ainda em 2009, a artista recebeu uma nomeação para os prémios Grammy latinos.
 
Durante o seu percurso profissional, a fadista tem recebido várias distinções, nomeadamente a Ordem das Artes e Letras, no grau “Chevalier”, em França, a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, em Portugal, e o Prémio Amália Rodrigues Internacional, em 2005.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close