Fitness & Bem-estar

Marca que trabalha com reclusas quer abrir uma loja

A marca Reklusa, que produz acessórios de moda com a ajuda de reclusas, conseguiu um espaço próprio para abrir uma loja, em Lisboa, que, contudo, precisa de obras. A associação está agora a angariar fundos, através de uma campanha de 'crowdfunding',
Versão para impressão
A marca Reklusa, que produz acessórios de moda com a ajuda de reclusas, conseguiu um espaço próprio para abrir uma loja, em Lisboa, que, contudo, precisa de obras. A associação precisa de angariar 2.500 euros, através de uma campanha de 'crowdfunding', para recuperar a área.

O espaço que deverá inaugurar brevemente fica na Rua das Amoreiras e foi cedido pela Câmara Municipal de Lisboa. No entanto, “para que se possa tornar verdadeiramente na casa Reklusa, são necessárias obras e consequentemente verbas para as concretizar”, diz a associação em comunicado enviado ao Boas Notícias. 


Com esse objetivo, a Reklusa aderiu à plataforma de 'crowdfunding' (financiamento coletivo) do BES Crowdfunding para angariação de 2.500 de financiamento para as obras do espaço. Neste momento, a página já angariu quase 35% do dinheiro.


Quem quiser contribuir para esta causa basta clicar AQUI e deixar o seu contributo, escolhendo o montante que deseja doar. Para quem apoiar a Reklusa num montante até cinco euros, terá um convite para marcar presença na inauguração da loja. Quem ajudar com mais de 20 euros, recebe um porta-chaves em pele, além do convite. Em ambos os casos, será emitido um recibo com o valor do donativo.
 
Nova coleção Outono/Inverno

Este mês, a marca Reklusa apresentou a sua nova coleção de acessórios criados por reclusas das prisões de Tires e da Carregueira. Estofos de automóveis, tecidos plastificados e telas sintéticas são alguns dos materiais usados na nova coleção de Outono/Inverno.
 

Um dos ex-libris da nova coleção é uma clutch em formato de carta, inspirada nas muitas cartas escritas pelas reclusas para as suas famílias.

 
As malas Reklusa custam entre 20 e 50 euros e, enquanto não inaugura a loja própria da marca, podem ser compradas na loja online ou, em Lisboa, na LX Factory, na Fundação Portuguesa das Comunicações e nas Lojas ETC. Há também produtos Reklusa nos Palácios da Pena e da Vila (Sintra) e na Nutom (Ericeira).

Clique AQUI para ler uma reportagem do Boas Notícias sobre a Reklusa e AQUI para visitar o Facebook da associação.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close