Saúde

Malagueta pode ser segredo para a perda de peso

A capsaicina, um composto das malaguetas, pode ser o segredo para quem quer emagrecer. Uma equipa de cientistas norte-americanos descobriu que a substância ajuda a estimular o metabolismo e poderá vir a ser utilizada como suplemento dietético.
Versão para impressão
A capsaicina, um composto das malaguetas, pode ser o segredo para quem quer emagrecer. Uma equipa de cientistas norte-americanos descobriu que a substância ajuda a estimular o metabolismo e poderá vir a ser utilizada como suplemento dietético permitindo perder peso sem a necessidade de cortar calorias.
 
A conclusão foi apresentada durante a 59.ª Conferência Anual da Sociedade de Biofísica dos EUA, que decorreu no passado sábado. De acordo com os investigadores da Universidade de Wyoming, responsáveis pela investigação, a capsaicina consegue estimular a eliminação de calorias ao ativar os recetores das células brancas e castanhas de gordura. 
 
“No nosso organismo, as células brancas armazenam energia e as células castanhas [as chamadas células de gordura 'boa'] funcionam como elemento termogénico, produzindo calor para eliminar a gordura em excesso acumulada”, explica, em comunicado, Vivek Krishnan, uma das cientistas envolvidas no estudo.
 
De acordo com Krishnan, “a ingestão de alimentos ricos em calorias e a falta de exercício físico desequilibram o metabolismo e conduzem à obesidade”. Os cientistas descobriram, porém, que a capsaicina é capaz de fazer com que as células brancas se transformem em células de gordura castanha, livrando-se do tecido adiposo e estimulando o processo de termogénese para garantir a perda de peso. 
 
Em experiências com ratinhos, os investigadores do laboratório de farmácia da Universidade de Wyoming constataram que o seguimento de uma dieta rica em gorduras acompanhada da toma de um suplemento diário de 0,01% de capsaicina prevenia o aumento de peso nos animais com o gene TRPV1, ativado pelo composto da malagueta, diminuindo o risco de obesidade.
 
“O principal objetivo do nosso trabalho é expandir o conhecimento acerca do mecanismo pelo qual a capsaicina combate a obesidade, bem como provar o seu potencial contra a doença”, afirmam os investigadores, que revelam estar já a desenvolver um suplemento dietético natural com este composto sob a forma de uma nanopartícula. 
 
Segundo os cientistas, “este suplemento dietético inovador poderá prevenir e tratar uma das doenças mais perigosas para os humanos, a obesidade”, e tem também potencial para proteger contra outros problemas de saúde como a diabetes tipo 2, a hipertensão arterial e as doenças cardiovasculares, embora estes benefícios ainda tenham de ser comprovados através de ensaios clínicos. 

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês). 
 

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close