Sociedade

Mais homens em licença de parentalidade

O número de homens a tirar licença de parentalidade para tratar dos filhos nos primeiros anos de vida aumentou no último ano. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Solidariedade Social divulgados ontem, o número passou de 605 em 2008 para 12 mil
Versão para impressão
O número de homens a tirar licença de parentalidade para tratar dos filhos nos primeiros anos de vida aumentou no último ano. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Solidariedade Social divulgados ontem, o número passou de 605 em 2008 para 12 mil no ano passado.

O decreto lei está em vigor desde maio de 2009 e pretende incentivar uma maior presença do homem após o nascimento dos filhos.  Os dados vêm agora comprovar a eficácia da medida com uma média de um em cada quatro processos de pedido de parentalidade são requeridos por homens. 

O tempo de licença do pai continua a ser muito inferior ao das mulheres, embora a legislação só obrigue a mãe a ficar seis semanas em casa após o parto. Dos 12 207 processos de homens dispostos a partilhar a licença, 11 844 requeriam pelo menos 30 dias e 363 solicitavam menos de um mês.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close