Ambiente

Mafra vai transformar lixo em energia e adubo

NULL
Versão para impressão

 A empresa responsável pelo tratamento de lixo de 877.000 habitantes dos concelhos de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra inaugurou um novo sistema de gestão dos resíduos que vai transformar 200 mil toneladas de resíduos por ano em materiais reciclados, energia e composto para jardins.

A nova central de Digestão Anaeróbia – que já está em fase experimental – implicou um investimento de 100.000.000 de euros e vai gerar 100 novos postos de trabalho, segundo comunicado da Tratolixo.

Anualmente, a empresa prevê que os camiões municipais de recolha de lixo levem para a nova central 40 mil toneladas de Resíduos Urbanos Biodegradáveis (RUB) e 160 mil toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) indiferenciados.

Depois de várias etapas de triagem, manual e mecânica, os resíduos são levados para os três digestores da central. Aqui vai processar-se a digestão anaeróbica que permite a decomposição orgânica onde as bactérias anaeróbicas (que sobrevivem na ausência de oxigénio) conseguem decompor os resíduos orgânicos.

Destas torres digestoras sai substrato – que, depois de desidratado, segue para a compostagem – e biogás, captado no topo dos digestores. Este é enviado para a unidade de cogeração, a partir de onde se produz a energia eléctrica a introduzir na Rede Elétrica Nacional, explica a Tratolixo em comunicado.

Assim, parte do lixo vai produzir 18,3 gigawatts/ano de energia, o suficiente para abastecer 2465 famílias e 20.474 toneladas de composto, utilizado para adubar terrenos.

Em 2009, a Tratolixo produziu 14.365 toneladas de composto, a partir de resíduos provenientes dos concelhos de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra, o suficiente para adubar 1436 hectares.

A Tratolixo é o sistema multimunicipal de tratamento e valorização dos resíduos produzidos nos concelhos de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra e em 2010 recebeu 478 mil toneladas de resíduos. Até agora a Tratolixo enviava resíduos para a Valorsul, Amarsul e Valnor.

Clique AQUI para aceder ao comunicado da empresa.

[Notícia sugerida por Alessandra Dorante]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close