Saúde

Luta internacional contra a malária triplicou

Os financiamentos internacionais para combater o paludismo triplicaram nos últimos três anos. De acordo um estudo publicado esta semana na revista The Lancet,citado pela AFP o financiamento global subiu assim 166% desde 2007, de 730 milhões de dólare
Versão para impressão
Os financiamentos internacionais para combater o paludismo triplicaram nos últimos três anos. De acordo um estudo publicado esta semana na revista The Lancet,citado pela AFP o financiamento global subiu assim 166% desde 2007, de 730 milhões de dólares para quase 1.94 mil milhões de dólares.

Apesar da melhoria, o estudo alerta que ainda se está longe de cobrir todas as necessidades na luta para controlar a malária. Os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, fixados em 2000 pelas Nações Unidas previam que fosse preciso 4.9 mil milhões de dólares, cerca de 3,5 mil milhões de euros.

O estudo sublinha ainda que 21 países já receberam assistência adequada no controlo da malária, incluindo 12 em África, o continente onde a ajuda é mais urgente para a maioria. China, Índia, Guiné Equatorial e Gabão são assinaladas como economias que já são fortes o suficiente para suportar por si os programas contra a malária.

Milhares de casos de malária ocorrem todos os anos, cerca de 850 mil são fatais. Os Objetivos do Milénio, que foram revistos em setembro nas Nações Unidas, apontaram 2015 como a data para reverter a incidência da malária e outras doenças igualmente preocupantes.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close