Saúde

Lusíadas: avanço no diagnóstico de tumor cerebral

NULL
Versão para impressão

Numa parceria desenvolvida com a Universidade de Nara, no Japão, o Hospital dos Lusíadas tornou-se, no mês passado, pioneiro em Portugal numa técnica de diagnóstico que permite a localização exata de um tumor.

A técnica, feita através de tratografia do nervo facial por ressonância ressonância magnética, permite uma localização exata do nervo facial para a intervenção cirúrgica, diminuindo a possibilidade de lesão para o doente.

Este novo método de tratografia é uma ajuda essencial na localização dos nervos cranianos – nervo facial – no pré-operatório, ajudando a prevenir a
paralisia facial, a principal complicação desta cirurgia.

O Hospital dos Lusíadas deu a conhecer esta nova técnica numa conferência no seu auditório, a 27 de maio.

A conferência teve como tema a “Avaliação Pré-Operatória dos Nervos Cranianos por Ressonância Magnética nos Tumores Cerebrais”, e contou com a presença do Dr. Toshiaki Taoka, do Departamento de Radiologia da Universidade de Nara.

No evento, o investigador partilhou a sua experiência com a comunidade médica portuguesa na utilização da tratografia do nervo facial por ressonância magnética.

[Notícia sugerida por Raquel Baêta e por Mafalda Ramos]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close