Ambiente

Lontra “à deriva” é salva em Viana do Castelo

Esta segunda feira, uma lontra bebé foi encontrada a tentar atravessar uma estrada em Viana do Castelo. O animal já está aos cuidados do Aquamuseu do Rio Minho, que acolhe outros dois exemplares da mesma espécie.
Versão para impressão
Esta segunda feira, uma lontra bebé foi encontrada a tentar atravessar uma estrada em Viana do Castelo. O animal já está aos cuidados do Aquamuseu do Rio Minho, que acolhe outros dois exemplares da mesma espécie.

Inicialmente, foi o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) do concelho que tratou da lontra de apenas 50 centímetros, dando-lhe um lanche que “devorou num ápice”, contou Leonor Cruz, diretora do CMIA, à agência Lusa.

“É muito jovem, ainda muito dependente da mãe, deve ter-se perdido da progenitora. Estava a tentar atravessar a estrada, estava perdida, desorientada. Seria um risco devolvê-la ao rio, porque não ia encontrar a mãe e teria dificuldade em alimentar-se”, explicou a responsável.

Os técnicos do Aquamuseu Rio do Minho foram então contactados para recolher o animal e constataram que este “está extremamente sociável, tem todo o aspeto de ter estado em cativeiro, o que é ilegal, mas que, como todos sabemos, acontece muitas vezes”.

Na instituição já estão instalados Einstein e Eureka, um casal adulto de lontras que poderá vir a reproduzir-se na primavera. A lontra, já conhecida como “Princesa do Lima” teria, assim, amigos “mais ou menos da mesma idade para brincar”.

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close