Mundo

Londres: Novo café com tudo grátis menos o tempo

Há um novo café de portas abertas em Londres. Nada de novo até aqui, não fosse o tempo ser a única coisa paga para usufruir daquele espaço. De resto, tudo é gratuito, desde serviços de cafetaria e pastelaria ao uso da internet e à realização impressõ
Versão para impressão
Há um novo café de portas abertas em Londres. Nada de novo até aqui, não fosse o tempo ser a única coisa paga para usufruir daquele espaço. De resto, tudo é gratuito, desde serviços de cafetaria e pastelaria ao uso da internet e à realização impressões através do equipamento disponível no local.
 
Pelo nome Ziferblat, o novo espaço quer revolucionar o conceito atual de café no mundo e ser ao mesmo tempo escritório, centro cultural e ponto de encontro para momentos de convívio. A ideia é da autoria de Ivan Mitin que, há dois anos, na Rússia, inaugurou o primeiro café do género. Desde então foram já inaugurados outros dez estabelecimentos em Moscovo, São Petersburgo e Kiev, na Ucrânia.


“Aqui é tudo grátis, exceto o tempo que aqui passam”, lê-se na página de Facebook do Ziferblat, localizado no bairro de Shoreditch, em Londres. “E ao fazê-lo, vão estar a fazer um donativo com o objetivo de desenvolver esta experiência social. As portas estão abertas a todos e quem aqui entra torna-se numa espécie de micro-inquilino”.
 
O sistema é simples: à entrada, cada um dos clientes recolhe um relógio e anota o tempo de entrada e saída. No final, só paga, precisamente, o tempo de permanência, com preços como 2,20 euros à hora ou 4 cêntimos por minuto. 
 
“O Ziferbalt é um sítio onde toda a gente se pode sentir em casa. Aqui são livres para serem vocês mesmos. Aqui podem trabalhar, fazer arte, ler um livro, tocar piano, conhecer pessoas, participar em eventos, beber quanto café e chá quiserem. Por outras palavras, cada um pode fazer o que quiser, desde que respeite o espaço e as pessoas que estão nele”.

Considerado pela revista Time Out de Londres como um dos melhores novos locais da cidade e um grande candidato a melhor inauguração do ano, o Ziferbalt não dispõe de empregados, seguindo a filosofia de que “cada ser humano é um indivíduo que não pode ser servo de outro”.

Conheça melhor o Ziferbalt, em Londres, AQUI.

Notícia sugerida por Maria Pandina e Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close