Mundo

Liu Xiaobo dedica Nobel às vítimas de Tiananmen

O dissidente chinês Liu Xiaobo, que na passada sexta feira foi designado como vencedor do Nobel da Paz 2010, dedicou o galardão às vítimas que se manifestaram na praça de Tiananmen, em 1989, a favor da democracia.
Versão para impressão
O dissidente chinês Liu Xiaobo, que na passada sexta feira foi designado como vencedor do Nobel da Paz 2010, dedicou o galardão às vítimas que se manifestaram na praça de Tiananmen, em 1989, a favor da democracia.

De acordo com um comunicado do grupo Direitos Humanos na China, Xiaobo terá manifestado a vontade de homenagear os ativistas assassinados no massacre de Tiananmen – acontecimento também conhecido como o “Incidente de Quatro de Julho” – numa conversa com a mulher, Liu Xia, que o visitou na prisão.

O Nobel da Paz foi atribuído a Liu Xiaobo “graças aos seus esforços contínuos e pacifistas em prol dos direitos humanos na China”, referiu o Comité norueguês.

Liu Xiaobo, de 54 anos, cumpre uma pena de prisão de 11 por ter sido um dos autores da Carta 08, que exigia a democratização da China. O ex-professor e poeta foi condenado por “subversão do poder do Estado”.

A comunidade internacional – incluindo o presidente norte-americano Barack Obama – aplaudiu a atribuição do galardão a Xiaobo e tem vindo a pressionar o governo chinês para o libertar definitivamente.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close