Fitness & Bem-estar

Lisboa recebe criações artísticas sul-africanas

As artes cénicas, música, cinema e literatura contemporâneos, de 14 países do Sul de África chegam a Lisboa no próximo dia 21 de Junho, no âmbito do Programa Próximo Futuro.
Versão para impressão
As artes cénicas, música, cinema e literatura contemporâneos, dos países do Sul de África chegam a Lisboa, no próximo dia 21 de Junho, no âmbito do Programa Próximo Futuro. Este é um programa de cultura contemporânea que, este ano, pretende dar a conhecer as criações artísticas de 14 países africanos.
 
A sede da Gulbenkian, o Teatro Municipal de São Luiz e o Teatro do Bairro vão ser o palco de vários espetáculos de música, dança e teatro, acolhendo ainda um ciclo de cinema e uma série de exposições, conferências e debates relacionado com a cultura sul-africana.
 
Para a data de abertura do evento está programada a Festa da Literatura e do Pensamento do Sul da África, com uma reflexão sobre o atual panorama dos países da África Austral, que vai contar com a participação de curadores, académicos e escritores, portugueses e africanos, como Teolinda Gersão (Portugal), Ondjaki (Angola), Binyavanca Wainaina (Quénia).
 
Esta Festa da Literatura tem duração prevista até ao dia 23 de Junho. No entanto, outros espetáculos e exposições vão ser exibidos em paralelo, como é o caso da exposição de fotografias “Present Tense” ou do espetáculo de dança “Tempo e Espaço: Os Solos da Marrabenta”, que conta com a coreografia e interpretação de Panaibra Gabriel Canda.
 
No cinema, vão ser apresentados cerca de duas dezenas de filmes, entre os quais “Kadjike”, a nova longa-metragem do realizador Sana Na N'Hada, da Guiné-Bissau, em estreia mundial.
 
Por sua vez, os espetáculos de teatro vão percorrer, até Julho, no São Luiz e no Teatro do Bairro, com “Outra hora da estrela”, baseado em textos de Clarice Lispector (Brasil), “Velório chileno” (Chile) e “África Fantasma II” (Portugal).
 
Citado pela Lusa, António Pinto Ribeiro, programador geral da iniciativa, referiu que depois de, no ano passado, a “Primavera Árabe” ter estado em destaque no Programa Próximo Futuro, este ano o foco vira-se para os países do sul da África, para dar a conhecer alguns dos artistas e pensadores selecionados entre a “impressionante diversidade” de criadores.
 
O Próximo Futuro é um Programa de Cultura Contemporânea, organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian, que se dedica à investigação e criação artística na Europa, África, América Latina e Caraíbas.

Pode consultar mais informações sobre o programa AQUI.

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close