Fitness & Bem-estar

Lisboa: Fazer a vindima e levar a colheita para casa

Na Tapada da Ajuda, este ano é possível fazer a vindima e ainda levar as uvas para casa. A iniciativa é da adega do Instituto Superior de Agronomia que se encontra em obras e não vai poder vinificar como nos anos anteriores.
Versão para impressão
Na Tapada da Ajuda, este ano é possível fazer a vindima e levar, por um preço reduzido, as uvas para casa. A iniciativa é da adega do Instituto Superior de Agronomia que se encontra em obras e não vai poder vinificar, como nos anos anteriores, pelo que em vez da oferta de garrafões os voluntários podem ficar com as uvas.
 
Naquelas que são as únicas vinhas da capital, na Meia Encosta da Tapada da Ajuda, em Lisboa, já começaram as vindimas. Este ano, quem trabalhar como voluntário na apanha da uva, os mesmos vão poder comprar aquilo que colherem e levar para casa, para consumo como uva de mesa.
 
Mais não é preciso a não ser aparecer no local, entre as 9h30 e as 12h, de segunda a quinta-feira, e dirigir-se à casa da vinha, no local. Baldes e tesouras da poda encontram-se disponíveis para quem os quiser usar. 
 
As colheitas são feitas até final de Setembro e, por um preço reduzido, quem quiser pode levá-las para casa. As uvas da Tapada também podem ser adquiridas pelo público em geral, todos os dias, entre as 14h e as 17h. As uvas custam cerca de 1,5 euros por balde. 

O recrutamento de voluntários para as vindimas na Tapada da Ajuda já aconteceu nos últimos dois anos, mas este é a primeira vez que as uvas podem ser usadas para consumo próprio. 
 

As vinhas contam com 11 castas diferentes, 7 brancas (Moscatel Galego, Viosinho, Alvarinho, Moscatel de Setúbal, Encruzado, Arinto e Maccabeo) e 4 tintas (Syrah, Trincadeira, Touriga Nacional e Cabernet-Sauvignon). Habitualmente, a totatlidade destina-se à produção de vinho, mas o elevado teor de açúcar permite o seu consumo como uva de mesa. 
 
Este ano, a adega do Instituto Superior de Agronomia não vai poder produzir, à semelhança dos anos anteriores, devido às obras de modernização que aí decorrem. Por isso mesmo, a aposta recai na venda das colheitas ao público. 

Saiba mais sobre as únicas uvas produzidas em Lisboa AQUI.

Notícia sugerida por Elsa Fonseca

 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close