Ambiente

Lisboa: 120 mil esgotos domésticos já são tratados

A Estação de Tratamento de Água Residuais (ETAR) de Alcântara já processa os esgotos de 120 mil casas de Lisboa, que assim já não são descarregados, diretamente, nas águas do rio Tejo.
Versão para impressão
A Estação de Tratamento de Água Residuais (ETAR) de Alcântara já processa os esgotos de 120 mil casas de Lisboa, que assim já não são descarregados, diretamente, nas águas do rio Tejo.

De acordo com o jornal Público, foram investidos 100 milhões de euros na construção e instalação das estruturas que agora começam a impedir a descarga de efluentes no estuário do Tejo, o maior da Europa ocidental.

Durante o processo, foram intercetados os coletores oriundos das ruas do Ouro, Augusta e da Prata e de Santa Apolónia e construíram-se estações elevatórias e um emissário submarino. Os efluentes passaram a ser canalizados para a conduta que segue para Alcântara, ao invés de serem despejados em Belém

Isto não significa que o Tejo fique imediatamente despoluído, mas os benefícios desta alteração serão certamente sentidos a longo prazo. Afinal de contas, o rio é uma zona de nidificação e crescimento de inúmeras espécies piscícolas e aves marinhas.

[Notícia sugerida pela utilizadora Joana Esteves]

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close