Em Destaque Negócios e Empreendorismo

Linha da Beira Baixa vai ser modernizada

A Infraestruturas de Portugal (IP) apresentou na Guarda o plano de modernização do troço Covilhã-Guarda da Linha da Beira Baixa e o projeto de concordância daquela via com a Linha da Beira Alta.
Versão para impressão
por redação

A intervenção na Linha da Beira Baixa, um investimento de cerca de 65 milhões de euros, contempla a renovação integral de 36 quilómetros de via e a eletrificação da ferrovia que faz a ligação entre as cidades da Guarda e da Covilhã, desativada desde 2009.

Segundo a IP, a intervenção anunciada também integra, entre outros trabalhos, a reabilitação de seis pontes centenárias, a remodelação de três estações e apeadeiros, a drenagem e estabilização de taludes e a automatização e supressão de passagens de nível.

Quanto à concordância entre as Linhas da Beira Alta e da Beira Baixa, contempla a construção de uma via com 1.500 metros nas proximidades da Guarda, que incluirá um viaduto ferroviário sobre o rio Diz.

A futura concordância entre as duas linhas ferroviárias “permitirá um aumento significativo da capacidade ferroviária de e para a fronteira de Vilar Formoso”, refere a IP.

Ambos os investimentos ferroviários deverão estar concluídos no primeiro trimestre de 2019.

O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro (PSD/CDS-PP), considera que a cidade será no futuro uma “grande plataforma ferroviária”, tendo em conta as obras de modernização das linhas da Beira Alta e da Beira Baixa.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close