Ciência

Lentes definitivas revolucionárias corrigem visão

Foi criado um novo implante que promete melhorar a visão das pessoas mais idosas. As lentes TECNIS Symfony imitam o funcionamento de um olho jovem e permitem que as pessoas com cataratas, astigmatismo e miopia consigam ver melhor.
Versão para impressão
Foi criado um novo implante que promete melhorar a visão das pessoas mais idosas. As lentes TECNIS Symfony imitam o funcionamento de um olho jovem e permitem que as pessoas com cataratas, astigmatismo e miopia consigam ver melhor.

São feitas de plástico e não precisam de ser substituídas. Para além disso, estas lentes, que são implantadas através de uma operação simples, funcionam a qualquer distância, sob quaisquer condições de luz e agem como a lente de uma câmara, com três focos diferentes, oferencendo sempre uma imagem nítida tanto ao perto como ao longe.

Estes implantes têm pequenas ranhuras circulares que alteram a forma como a luz é dobrada, em várias partes da lente, o que permite uma mudança contínua quando se muda de foco.

Susan Wright, uma britânica de 57 anos, foi uma das primeiras pessoas do mundo a experientar a inovação. Decidida a fazer a cirurgia a ambos os olhos, a mulher contou ao jornal The Telegraph que, a partir daí, a sua visão melhorou consideravelmente: “tudo se torna mais nítido e as cores são muito mais brilhantes”.

Jenny Brindley, de 58 anos, também implantou estas lentes inovadoras. “Antes da operação a minha visão estava a deteriorar-se muito. As imagens estavam tornar-se cada vez mais amarelas”, contou a terapeuta da fala ao jornal britânico.

“Depois da operação consegui ver, pela primeira vez, o meu quarto claramente. Pela primeira vez disse ao meu marido que a camisola dele era roxa. Sempre pensei que era castanha. É muito melhor do que esperava”, desabafou.

Contudo, estas intervenções não são comparticipadas pelo estado e cada lente pode chegar a custar 5 mil euros.

O The Telegraph conta ainda que, no Reino Unido, existem quase dois milhões de pessoas que vivem com pouca visão, um problema que se agrava com a idade.

Uma em cada cinco pessoas com mais de 75 anos e umaem cada duas pessoas com mais de 90 anos de idade vivem com grandes dificuldades de visão.

Notícia sugerida por Maria da Luz

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close