Cultura

Leilão: Obra de Júlio Pomar vendida por 90 mil euros

NULL
Versão para impressão
O quadro “Auto-retrato, duas (ou três) laranjas e, de pernas para o ar, um macaco” de Júlio Pomar foi arrematado por 90 mil euros num leilão realizado em Lisboa esta terça-feira.

A notícia foi avançada pela leiloeira Veritas, que explicou à Agência Lusa que a obra de Pomar – um acrílico sobre tela de 1973 com 162cm por 114cm – estava entre os mais de 300 lotes que foram apresentados no primeiro leilão de arte moderna e contemporânea da empresa.

O quadro de Júlio Pomar foi o que conseguiu a oferta mais elevada. Seguiram-se uma obra de Paula Rego, “Sem Título”, que foi vendida por 40 mil euros, e um óleo sobre tela de Júlio Resende que atingiu o mesmo valor.

Igor Olho Azul, sócio da leiloeira, afirmou que foram vendidas 65% das obras que se apresentaram a leilão, sobretudo dos artistas mais conceituados. Porém, o valor global da venda ainda não está totalmente calculado.

“As expetativas eram altas para este primeiro leilão de arte moderna e contemporânea, mas mantínhamos algumas reservas por causa da atual situação de crise. O resultado explicou o que esperávamos”, confessou o responsável.

O leilão contou ainda com obras de artistas como Cesariny, Nadir Afonso, Manuel Cargaleiro, Gerard Schlosser, Almada Negreiros e Graça Morais, entre outros.

[Notícia sugerida por Vítor Fernandes]

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close