Sociedade

Lei das uniões de facto avança após promulgação

Um ano depois de ter sido vetada, a nova lei das uniões de facto foi finalmente aprovada pelo presidente da República. Cavaco Silva dá assim luz verde para o avanço do diploma mas a nova versão deixa ainda dúvidas ao presidente que fez questão de fri
Versão para impressão
Um ano depois de ter sido vetada, a nova lei das uniões de facto foi finalmente aprovada pelo presidente da República. Cavaco Silva dá assim luz verde para o avanço do diploma mas a nova versão deixa ainda dúvidas ao presidente que fez questão de frisar em comunicado que a promulgação “não significa uma adesão” às soluções encontradas.

De acordo com o site oficial da Presidência, o novo diploma já “contempla, no geral, as reservas levantadas pelo Presidente da República na sua mensagem de agosto de 2009”.

A proposta do novo diploma, de acordo com a agência Lusa, visa reforçar os direitos de quem vive em união de facto, como a pensão por morte e a proteção da casa de morada de família.

Em caso de morte do membro da união de facto proprietário da casa de morada de família, o elemento sobrevivo poderá permanecer na casa por um prazo de cinco anos. Caso a união tiver durado mais de cinco anos, esse direito é conferido por “tempo igual ao da duração da união”.

Férias, feriados, faltas e licenças são outras matérias em que o regime jurídico de união de facto iguala o que é aplicável aos casados.

O regime do IRS também segue as “mesmas condições aplicáveis aos sujeitos passivos casados” e consagra-se o direito a uma “proteção social na eventualidade de morte do beneficiário” e a uma “prestação por morte resultante de acidente de trabalho ou doença profissional”.

Ficaram excluídos os artigos que regulavam as relações patrimoniais, nomeadamente o que previa a solidariedade nas dívidas.

Há cerca de um mês, a esquerda parlamentar (PS, BE, PCP e PEC) aprovou a nova proposta socialista. Os partidos da direita parlamentar (PSD e CDS-PP) votaram contra.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close