Sociedade

Jogador de poker luso deu 50 mil euros à solidariedade

Com apenas 28 anos, André Coimbra já faz mais de 50 mil euros por ano a jogar poker online. Satisfeito com a sua evolução neste jogo, André quis usar o lucro do seu talento para ajudar os outros, doando um ano de receitas a uma instituição social
Versão para impressão
Com apenas 28 anos, André Coimbra já faz mais de 50 mil euros por ano a jogar poker online. Satisfeito com a sua evolução neste jogo, que encara como um desafio mental, André quis partilhar com os outros o seu sucesso, doando um ano de receitas a uma instituição social.
 
por Patrícia Maia

André Coimbra terminou a licenciatura em Ciências de Computadores, na Universidade do Porto, em 2008. Na altura, decidiu “dedicar um ano ao Poker a tempo inteiro para ver como corria”. “Caso corresse mal, tinha que arranjar emprego na área”, conta ao Boas Notícias.
 
Mas o jovem português, que já era um especialista do jogo online “Magic: The Gathering”, deu-se bem com as regras do poker. Pouco tempo depois recebeu o patrocínio da PokerStars, a maior sala online de Poker no mundo.
 
Ganhar dinheiro de pijama
 
“É um espaço onde se pode jogar Poker de forma segura no conforto da nossa casa a qualquer hora. Podemos lá competir nos maiores torneios do mundo a partir do nosso sofá e ainda em pijama!”, conta André ao Boas Notícias.
 
André encara “o Poker como um ginásio mental, onde diariamente construímos músculo, o qual vai ter um impacto brutal na nossa saúde mental a longo prazo”. “Acho que não dá para pôr um preço nisto!”, salienta.
 
Apesar de continuar a encarar o poker como um desafio diário, e mesmo de pijama, André gosta de procurar novos desafios. Assim decidiu, em 2013, “passar um ano a ajudar outras pessoas e ver como é que me sentia ao fazê-lo”. Até porque André acredita que o seu maior desafio “é tentar todos os dias ser melhor do que era no dia anterior”.
 
50 mil euros para associação de apoio à deficiência
 

A gratificação chegou para o jogador, que conseguiu angariar mais de 50 mil euros, e também para a Associação Portuguesa De Pais E Amigos Do Cidadão Deficiente Mental que recebeu o donativo de André Coimbra. Com esse valor, a associação adquiriu, no final de 2014, uma carrinha de transporte que foi totalmente adaptada às necessidades dos seus utentes.
 
O jogador admite que a exposição obtida com esta campanha solidária foi positiva mas não era um objetivo em si: “serviu sobretudo para desmistificar algumas ideias negativas e erradas acerca do poker e para obter mais apoios para a causa que apoiei!”.
 
Esta iniciativa “influenciou algumas pessoas a preocuparem-se mais com o próximo e isso é algo que me motiva para fazer mais!”, conclui o jogador, garantindo que, em breve, deverá anunciar uma nova campanha solidária que todos poderão acompanhar nas redes sociais. 

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close