UMinho lança programa pioneiro que acelera o emprego de finalistas e recém-diplomados
Versão para impressão
por redação

A Universidade do Minho lançou um programa, pioneiro em Portugal, para acelerar o emprego dos seus alunos finalistas e recém-diplomados.

Chama-se JobLab e quer encurtar o tempo entre o final do curso e o ingresso no mercado, permitindo aos interessados fintarem o desemprego e exercerem atividades profissionais ligadas às suas áreas e interesses. O programa inclui dez sessões coletivas e individuais, durante dois meses e meio, capacitando cada pessoa consoante o seu perfil comportamental, com vista a candidaturas eficazes e direcionadas a novos contextos e locais.

“Não oferecemos nem garantimos empregos. Fazemos ao contrário: criamos uma estrutura sólida na pessoa para que as instituições a queiram recrutar e precisem das suas mais-valias”, explica Paulo Silva, da TecMinho, a interface da UMinho que promove o JobLab. “Na prática, a pessoa mostra que tem valor a acrescentar à organização ou, então, pode apostar em formatos em que não haja propostas laborais, aumentando assim a probabilidade de contratação”, realça.

O JobLab avalia na etapa inicial o perfil comportamental da pessoa. Por exemplo, se está mais orientada para relações humanas ou para processos. “É como tirar Medicina e poder ser investigador em vez de médico, mas só perceber após vários anos de profissão que se fez a opção errada. A avaliação evita assim estas situações e ajuda a refletir o que realmente nos move”, refere Paulo Silva. Com base nesse perfil, os interessados definem metas profissionais sólidas, são dotados de ferramentas práticas, como coaching e programação neurolinguística, e recebem técnicas de abordagem ao mercado, desde recolha de informação relevante, fontes eficazes de recrutamento e redes de contactos com potenciais empregadores.

“Esta abordagem começa antes da preparação do currículo ou da candidatura a uma oferta laboral. Queremos que as pessoas se conheçam melhor em termos de perfil e encarem o mercado em função disso”, justifica Paulo Silva. Os alunos finalistas estão já a ser alvo de reuniões de esclarecimento, articuladas pelos núcleos dos cursos. Para os recém-diplomados há três sessões de apresentação: a 28 de março, às 15h e 19h, no edifício dos Congregados, no centro de Braga, e a 30 de março, às 22h, pela internet, sendo as inscrições em bit.ly/apresent-joblab-tecminho.

O programa é aberto a finalistas e recém-diplomados de licenciaturas, mestrados integrados, especializações e mestrados da UMinho.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close