Mundo

Italianos salvam 40 cães de testes em animais

Mais de mil italianos invadiram Green Hill, um local que cria animais para serem usados em testes laboratoriais, situado em Brescia, na Itália. Como resultado foram salvos 40 cães de raça Beagle.
Versão para impressão
Mais de mil italianos invadiram, nos últimos dias, Green Hill, um local que cria animais para serem usados em testes laboratoriais, situado em Brescia, na Itália. Como resultado foram salvos 40 cães de raça Beagle. Doze dos ativistas encontram-se detidos.
 
A campanha “Fermare Green Hill” foi convocada online e teve afluência de muitos italianos que se opõem aos testes em animais.

De acordo com a organização da campanha, a multidão protestou na rua contra Green Hill e, chegada ao local, ignorou os avisos de propriedade privada para prosseguir com aquilo que entendem ser uma causa justa.

 
De acordo com o Gional di Brescia, os manifestantes vinham do norte e do centro de Itália.
 
Estima-se que no local de criação, propriedade da cadeia de empresas americana Marshall, existam cerca de 2.500 cães de raça Beagle.
 
Durante a ação foram detidas 12 pessoas. Houve também algumas queixas de agressão por parte da polícia entre os manifestantes.
 
Consulte a página da campanha lançada online AQUI e aceda AQUI ao Facebook da iniciativa.

[Notícia sugerida por Diana Rodrigues e Sofia Baptista]

 

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close