Sociedade

Itália dá benefícios fiscais a quem acolher um cão

A autarquia da cidade de Sícilia, em Itália, está a incentivar a adoção de cães através de uma medida que permite deduções nos impostos a que adoptar um. Estas deduções dizem respeito a 50% na taxa de eliminação de lixo, válidas por três anos.
Versão para impressão
A autarquia da cidade de Sícilia, em Itália, está a incentivar a adoção de cães através de uma medida que permite deduções nos impostos a quem adoptar um destes animais. Estas deduções correspondem a 50% na taxa de recolha de lixo e são válidas por três anos.

Como explica o jornal 'La Sicilla', esta medida irá trazer um duplo benefício para a autarquia: a redução do custo de manutenção dos canis municipais e a redução do número de cães nestes espaços.

“Estamos a incentivar a adopção para economizar os custos dos canis, que chegam até 156 mil euros anuais e também para oferecer a estes animais a oportunidade de irem para um lar seguro”, explicou Alesso Cardi, responsável da autarquia ao mesmo jornal.

A ideia, que foi aprovada por unanimidade em Assembleia Municipal, visa atribuir um subsídio de até 200 euros, correspondente a metade da taxa municipal de recolha e tratamento de resíduos.

“É uma ideia que devia ser seguida por outras cidades”, explica a People for the Ethical Treatment of Animals (PETA), que acrescenta o caso do Reino Unido, onde existe um problema de sobrelotação de animais, nos canis, sobretudo cães de raça.

Estes animais são criados e vendidos por particulares sem qualquer controlo. “Os cães são criados, vendidos e depois abandonados pelos donos”, salienta a organização.

Notícia sugerida por Maria Manuela Mendes

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close