Sociedade

Invisuais com centro para treinar tarefas diárias

Limpar o pó com produtos adequados, fazer a barba ou cozinhar são algumas das atividades quotidianas que os cegos do distrito de Viseu poderão treinar num centro inovador que inaugurou na sede da delegação da ACAPO, avança a agência Lusa. Até ao fim
Versão para impressão
Limpar o pó com produtos adequados, fazer a barba ou cozinhar são algumas das atividades quotidianas que os cegos do distrito de Viseu poderão treinar num centro inovador que inaugurou na sede da delegação da ACAPO, avança a agência Lusa. Até ao fim do ano, a associação espera inaugurar centros semelhantes em Lisboa e em Coimbra.

O presidente da delegação de Viseu da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), Humberto Abrunhosa, explicou que o Centro de Treino em Atividades da Vida Diária, que inaugurou sexta-feira, não é mais do que um apartamento adaptado para pessoas portadoras de deficiência visual.

Projetado a pensar na habilitação de todas as pessoas com deficiência visual, e em particular nas que perderam a visão recentemente, no novo Centro serão exploradas situações referentes à alimentação, higiene pessoal, segurança, atividades domésticas e vestuário.

“Criámos uma habitação num espaço da sede da delegação de Viseu da ACAPO, composto por sala, cozinha, quarto e casa de banho, para que os utentes possam adquirir competências nas atividades da vida diária”, informou.

Segundo Humberto Abrunhosa, o centro terá técnicos especializados para ajudar os utentes a desenvolverem “as atividades básicas do dia a dia das pessoas ditas normais”.

Divididos em grupos de quatro a seis elementos, “vão aprender e treinar como se faz uma cama, a barba, a pôr a mesa, cozinhar ou limpar o pó com produtos adequados”.

Se o invisual sentir necessidade, o técnico especializado poderá mesmo deslocar-se até à sua residência, para que seja ensinado e treinado a fazer as tarefas diárias no seu domicílio.

Na opinião do presidente da delegação de Viseu da ACAPO, trata-se “um projeto inovador, único do país, que vem tentar minimizar lacunas existentes na área”.

O Centro de Treino em Atividades da Vida Diária entrará em funcionamento dentro de uma a duas semanas e vai servir cerca de 400 invisuais do distrito de Viseu.

O investimento rondou os 35 mil euros, financiados em 70 por cento pelo Instituto Nacional para a Reabilitação e os restantes 30 por cento pela ACAPO de Viseu.

Até ao final do ano, a ACAPO espera inaugurar outros dois centros de AVD´s nas cidades de Coimbra e Lisboa, segundo revela o Presidente da Direção Nacional, Carlos Lopes.

[Notícia sugerida pela utilizadora Raquel Baêta]

Comentários

comentários

Etiquetas

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close