Ciência

Investigadores russos ganham Nobel da Física

O Nobel da Física foi hoje atribuído aos investigadores russos André Geim e Konstantin Novoselov, da Universidade de Manchester (Reino Unido), anunciou em Estocolmo o comité do Prémio Nobel.
Versão para impressão
O Nobel da Física foi hoje atribuído aos investigadores russos André Geim e Konstantin Novoselov, da Universidade de Manchester (Reino Unido), anunciou em Estocolmo o comité do Prémio Nobel.

Os investigadores têm realizado estudos sobre o grafeno, uma forma de carbono que está registado como o melhor condutor de calor e que poderá ajudar a trazer grandes avanços à eletrónica, como sublinha o comité em comunicado, justificando a distinção.

Geim e Novoselov recebem o Prémio Nobel da Física “pelas suas experiências fundamentais sobre o material bidimensional”, matéria de carbono super fina, acrescentou o secretário do Comité Nobel da Academia Sueca de Ciências, Staffan Normark.

O primeiro prémio Nobel da Física foi entregue em 1901 a Wilhelm Rontgen pela descoberta dos Raio-X, de acordo com o site oficial nobelprize.org.

O prémio de 10 milhões de coroas suecas, cerca de um milhão de euros, é o segundo prémio Nobel concedido este ano depois de ter sido atribuído ontem o Nobel da Medicina para o criador da técnica de fertilização in vitro.

Comentários

comentários

Etiquetas

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close