i9magazine

Investigadores Portugueses vencem concurso de Engenharia nos EUA

Versão para impressão

 

Leonel Carvalho e Vladimiro Miranda voltaram a vencer o concurso organizado pelo IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), a mais prestigiada e maior organização profissional do mundo dedicada ao desenvolvimento da ciência e tecnologia. É a terceira vez que os investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) vencem esta competição, organizada pelo IEEE, tendo vencido todas as edições até ao momento (em 2014, 2017 e 2018), sendo ainda os únicos portugueses a conseguir o galardão. Para resolver os problemas propostos em 2018 pela “Modern Heuristic Optimization”, nome da competição, os dois investigadores fizeram-se acompanhar de mais três – Armando Leite da Silva, Carolina Marcelino e Elizabeth Wanner.

A competição deste ano desafiava os engenheiros a nível mundial a resolver dois problemas relacionados com a área de energia, mas através de meta-heurísticas, ou seja, metodologias utilizadas para resolver de forma genérica problemas de otimização e que não têm por base a matemática, mas sim fenómenos naturais, tais como por exemplo a teoria da evolução ou comportamentos já verificados. “Apesar de terem por base um paradigma diferente do matemático clássico, está provado que estes métodos podem fornecer soluções excelentes para problemas complexos, mas é preciso continuar a estudar-se estes métodos para avançar no seu estado de robustez”, explica Leonel Carvalho.

A vitória foi conseguida nos dois desafios propostos, ligados ao problema do planeamento da operação dos Sistemas Elétricos de Energia com forte penetração de renováveis. Os problemas compunham diferentes cenários agregando cargas controláveis e veículos elétricos, e o desempenho dos algoritmos propostos pelos diferentes concorrentes foi medido segundo vários parâmetros, de entre os quais velocidade de resolução, qualidade e precisão da solução encontrada.

Estes problemas são aqueles que se prevê que a indústria a atuar no setor da energia elétrica vá enfrentar de forma generalizada num futuro próximo. Foi, nesse sentido, que o IEEE procurou estimular a produção de respostas que possam ser objeto de translação para o mundo empresarial.

Vladimiro Miranda, diretor associado do INESC TEC e Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) propôs pela primeira vez o conceito EPSO – Evolutionary Particle Swarm Optimzation – em 2002. Desde aí, o conceito tem-se afirmado internacionalmente como uma das meta-heurísticas mais robustas para pesquisar ótimos em problemas difíceis. Prova disso, foi o facto de os três primeiros classificados de uma outra competição também organizada pelo IEEE, e oriundos de três países diferentes, terem adotado o EPSO como estratégia.

O fator chave de sucesso para os investigadores terem ganho esta competição está na combinação do EPSO com outra técnica de otimização, designada por Cross-Entropy Method. O EPSO integra já vários produtos desenvolvidos pelo INESC TEC, disponíveis em vários países e em exploração em várias empresas nacionais e internacionais.

“Os temas do próximo ano têm que ver com planeamento da expansão da rede de transporte e a otimização da flexibilidade nos Sistemas Elétricos de Energia e temos intenção de concorrer novamente, para assegurar que o desenvolvimento de ciência e tecnologia de utilidade pública tem conhecimento português”, conclui o investigador Leonel Carvalho.

Mais informações sobre a competição podem ser encontrada aqui

O conteúdo Investigadores Portugueses vencem concurso de Engenharia nos EUA aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close