Em Destaque Saúde

Investigadores da UMinho encontram a origem do aumento benigno da próstata

Descoberta portuguesa acaba de ser publicada na “Scientific Reports”, da Nature
Versão para impressão
por redação

Uma equipa do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) da Universidade do Minho concluiu que o aumento benigno da próstata deve-se à falta do neurotransmissor serotonina, dificultando o fluxo da urina e o esvaziamento da bexiga. Esta descoberta portuguesa acaba de ser publicada na conceituada revista “Scientific Reports”, do grupo Nature. É a primeira vez que se percebe a origem desta doença, chamada “hiperplasia benigna da próstata”, que afeta mais de um terço dos homens a partir dos 60 anos.

Os investigadores do ICVS analisaram modelos animais e linhas celulares e perceberam que a presença de serotonina inibe o crescimento benigno da próstata. Isso sucede porque se diminui a expressão do recetor de hormonas sexuais masculinas, como a testosterona.  A experiência com ratinhos demonstrou que, ao ser-lhes retirada a serotonina, a próstata aumentava de tamanho. Os resultados apontam para novos alvos terapêuticos nesta doença, nomeadamente a aplicação de fármacos que ativem o recetor da serotonina, inibindo o crescimento benigno da próstata.

O estudo foi realizado por Emanuel Carvalho-Dias, Alice Miranda, Olga Martinho, Paulo Mota, Ângela Costa, Cristina Nogueira-Silva, Rute S. Moura, Riccardo Autorino, Estêvão Lima e Jorge Correia-Pinto, todos do ICVS e Escola de Medicina da UMinho, sendo alguns deles também do Hospital de Braga, tendo ainda a parceria de cientistas do Centro Max Delbrück de Medicina Molecular (Alemanha).

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close