Saúde

Investigação portuguesa sobre lúpus premiada


Investigadores do Instituto Abel Salazar e do Hospital de Santo António, no Porto, realizaram um estudo sobre o perfil genético do lúpus e o seu aparecimento na população portuguesa. O trabalho da equipa de investigação foi distinguido com 10 mil
Versão para impressão
[Foto: Arquivo ICBAS]

Investigadores do Instituto Abel Salazar e do Hospital de Santo António, no Porto, realizaram um estudo sobre o perfil genético do lúpus e o seu aparecimento na população portuguesa. O trabalho da equipa de investigação foi distinguido com 10 mil euros pela Sociedade de Medicina Interna que pretende premiar trabalhos de investigação no âmbito das doenças auto-imunes.

Numa pesquisa desenvolvida desde há cinco anos, os investigadores verificaram que certos componentes genéticos determinam uma maior probabilidade de desenvolver lúpus, enquanto outros componentes revelam um efeito protetor.

“Alguns genes podem estar associados à doença e outros podem ser protetores. Com estas informações, vamos montando um puzzle que nos permite ir construindo os condicionalismos da doença”, disse à Lusa Carlos Vasconcelos da Unidade de Imunologia do Hospital de Santo António e um dos responsáveis pela investigação.

O lúpus é uma doença auto- -imune crónica que pode atingir vários órgãos. Como em todas as doenças deste tipo, há uma agressão do organismo pelo sistema imunitário. A doença tem aumentado nos últimos anos, não só em Portugal, mas também nos outros países ocidentais.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close