i9magazine

InovCluster: O cluster agroindustrial do Centro

Versão para impressão

Luís Correia, Presidente da InovCluster – Associação do Cluster Agro-Industrial do Centro, admite que este cluster é único porque “tem à sua volta um verdadeiro ecossistema agroalimentar. Apesar de estar localizado no interior, este fator não tem sido impeditivo para que a InovCluster concretize com sucesso a sua estratégia e respetivo plano de atuação”. Aliás, este responsável afirma ter sido um fator favorável, “na medida em que o tecido empresarial do interior é maioritariamente constituído por micro e pequenas empresas, com estruturas de recursos humanos pequenas e que precisam de apoio ao nível da internacionalização, inovação e desenvolvimento de novos produtos”.

O trabalho da InovCluster começou, numa primeira fase, com base num programa de ação que correspondeu à criação da Estratégia de Eficiência Coletiva (EEC). Durante este período, e com o apoio do Município de Castelo Branco, o cluster consolidou a sua rede de associados e, numa segunda fase, a partir de 2015, a InovCluster assumiu a sua estratégia para 2020. “Para se adequar às necessidades da região e do setor, tendo por base as realidades agroalimentares a nível regional, nacional e internacional, às orientações e prioridades relevantes para o futuro, tanto ao nível do setor como ao nível dos processos de clusterização”, foi feita uma aposta na internacionalização das empresas, na cooperação internacional, na inovação e no desenvolvimento de novos produtos, refere o Presidente.

Na prossecução destes objetivos, foi indispensável a articulação com outros clusters agroalimentares nacionais e o estabelecimento de parcerias estratégicas com outras entidades, como a PortugalFoods, AgroCluster e PortugalFresh, formalizadas sob a forma de consórcio – o Portuguese AgroFood Cluster, reconhecido pelo atual Ministério da Economia.

Em termos internacionais, o reflexo da atividade da InovCluster verificou-se com o reconhecimento como cluster de excelência, tendo recebido o selo de ouro pela ECEI – European Cluster Excellence Initiative.

Tendo começado a sua atividade com 36 sócios fundadores, a InovCluster tem atualmente 182 associados, entre empresas, associações e/ou cooperativas, municípios, instituições de ensino superior e de I&D.

Com agro-recursos singulares e de qualidade, ativa na preservação da biodiversidade e da diversidade paisagística dos seus espaços agrícolas e rurais e na competitividade dos sistemas produtivos locais e regionais, a Região Centro tem razões para se afirmar no panorama nacional, mas também ibérico e europeu como uma zona líder nas fileiras agroindustriais. Neste sentido, a InovCluster tem a missão de analisar e acompanhar o estado da arte do setor agroindustrial; promover e enquadrar projetos nacionais estruturantes e complementares do setor; dinamizar e promover candidaturas a incentivos nacionais e internacionais e aos programas quadro da União Europeia; articular iniciativas e projetos do setor agroindustrial e promover a representação nacional em eventos internacionais relevantes para o setor. Além disso, a divulgação e disseminação de resultados de projetos relevantes para o setor; a promoção de formação avançada; e a transferência de conhecimento entre os sistemas académico/científico nacional e o mundo empresarial são outros papéis essenciais desenvolvidos pela InovCluster. Esta plataforma também tem o objetivo de contribuir para a criação de condições para o desenvolvimento, atração e fixação de recursos humanos altamente qualificados; dinamizar a adoção pelas empresas das certificações mais relevantes e criar mecanismos de avaliação que permitam garantir projetos de qualidade alinhados com as prioridades das políticas nacionais e internacionais entre os seus associados.

O facto de estar sediado no CATAA – Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar, em Castelo Branco, faz com que a InovCluster assuma “uma relação de complementaridade, podendo as empresas e os empreendedores usufruir das valências que a InovCluster coloca à sua disposição”, acrescenta o Presidente da entidade.

Contam ainda com o apoio do CEi – Centro de Empresas Inovadoras, a Central Meleira, o Centro de Criação de Abelha Rainha e a Unidade de Transformação de Figo da Índia – unidades fulcrais para a definição deste polo de atratividade para as empresas do setor agroalimentar e para a cidade de Castelo Branco.

No âmbito das oito fileiras que dinamiza – hortofrutícolas, carnes, cereais, lácteos, mel, peixes, azeite e vinho, a InovCluster tem já bons exemplos de produtos inovadores desenvolvidos por alguns dos seus associados, em resultado de uma aposta forte em atividades de IDI e de cooperação entre várias organizações do setor agroindustrial regional. Entre eles: bombons de vinho (CacaoDivine), Presidentes – babás em calda de água ardente (Dayana), empadas com recheios inovadores (Beira Salgados), compota de laranja e café (Rita Santa Cruz), sobremesas congeladas (Maxiprimus), condimentos com farinha de shiitake e paté de shiitake (Cogumelos da Xica), mel prensado (Claro’s Apicultura), tempura Espiga e gama de tortilhas (Fábricas Lusitana), cogumelos prontos a crescer (Gumelo), óleos essenciais (Proentia), linha de cosmética de ervas aromáticas autóctones da Beira Baixa (Aromas do Valado), sumos e polpas de fruta (Nutrigreen), geleia de pétalas (Prisca Alimentação), ketchup de beterraba e nabo e chutney de castanha (Zêz), presunto de perú (Quinta dos Fumeiros) e enchidos de aves (Fumeiros da Guarda). Na fileira dos laticínios, a InovCluster conta com vários produtores de queijos DOP, destacando-se ainda o queijo Kosher (Bráz & Irmão), o apreciado queijo com presunto (Queijaria Almeida) e ainda o queijo de ovelha d’Anno (Ilegal) com 12 meses de cura.

Contudo, e de acordo com Luís Correia, “integram também o cluster empresas de setores complementares que, não sendo o core da nossa estratégia, aportam valor às fileiras alimentares. Referem-se, a título de exemplo, entidades que desenvolvem software para o setor agroalimentar, empresas que trabalham o setor aplicado no processo de conservação de alimentos ou empresas na área da logística e do transporte”.

O responsável sublinha que, apesar da InovCluster ter o seu epicentro em Castelo Branco, a sua “a sua atuação estende-se pela região centro, alcançando inclusive as extremidades do país” porque, “quer em número de associados, número de mercados em que entramos e atraímos para as empresas, quer em números de produtos inovadores acompanhados e de empreendedores redirecionados em função da inovação e das principais tendências agroalimentares, bem como o seu alinhamento com a RIS3 – Estratégia de Especialização Inteligente da Região Centro”, tudo são “indicadores favoráveis que nos permitem consolidar e evidenciar o alcance do balanço positivo destes oito anos de funcionamento”.

De acordo com as unidades de intervenção da EEC (+cooperação, +financiamento, +incentivos, +empreendedorismo, +IDI, +comunicação e +internacionalização), a InovCluster tem organizado várias ações de prospeção e promoção em mercados internacionais; representações portuguesas em missões e feiras internacionais e conferências, workshops, seminários e sessões de B2B para facilitar contactos e troca de conhecimentos entre vários players nacionais e estrangeiros. A destacar a i9agri – I Feira de Inovação Agroalimentar e III Congresso Internacional InovCluster, que decorreu em maio deste ano.

Início Atividade

2009

Localização

Edifício Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar, Castelo Branco

Nº Associados

182 associados: 147 empresas, 15 associações/cooperativas, 8 municípios, 7 instituições de ensino superior e 5 instituições de I&D

Nº empregos criados

2646

Website

www.inovcluster.pt

O conteúdo InovCluster: O cluster agroindustrial do Centro aparece primeiro em i9 magazine.

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close