Inovação e Tecnologia

Informática: Solução lusa premiada no estrangeiro

Dois investigadores portugueses criaram um programa premiado inspirado nos carreiros das formigas, conhecidas pela sua eficiência na resolução de problemas.
Versão para impressão
A capacidade de organização das formigas é célebre e desde a década de 1990 que se sabe, graças ao trabalho do investigador italiano Marco Dorigo, que as técnicas de otimização baseadas nas suas colónias podem ser úteis para a resolução de problemas complexos que surgem em situações reais. Agora, um programa desenvolvido por dois portugueses e inspirado nestes sistemas foi agraciado com um prémio mundial. 
 
Jorge Tavares e Francisco Baptista Pereira, do Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra (CISUC), criaram um software de computador que consegue descobrir, de forma automática, um método de otimização para resolver o conhecido “problema do caixeiro-viajante”, facilitando a vida de um viajante que tem de visitar diversas cidades no menor tempo possível, o que torna indispensável encontrar o percurso mais curto.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, os investigadores explicam que o programa foi inspirado nos conhecidos carreiros das formigas porque, “perante os mais diversos obstáculos”, estes insetos “organizam-se de tal forma que encontram sempre o caminho mais curto entre a comida e o seu formigueiro”. “Estes princípios biológicos dão-nos pistas para desenvovler métodos que consigam ligar vários pontos para alcançar o trajeto mais rápido”, esclarecem.
 

Segundo os especialistas, a ferramenta por eles criada – um exemplo da chamada computação evolucionária, que se inspira em sistemas biológicos – “encontra a melhor estratégia para encontrar soluções ótimas”, tratando-se de “um método flexível que fornece um conjunto de instruções para resolver problemas muito difíceis, evitando ao máximo a intervenção humana”. Entre estes problemas está, por exemplo, a distribuição de tráfego na Internet. 
 
Ao nível científico, “chegar a esta solução, que se encontra em fase de testes para melhorar a autonomia e robustez, exigiu intensos estudos porque estamos a lidar com problemas muito difíceis de resolver”, realça o também docente do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra (ISEC), Francisco Baptista Pereira. 
 
O trabalho dos investigadores e da sua equipa foi reconhecido recentemente, sendo distinguido com o “Best Paper Award” para o melhor artigo científico apresentado na conferência EuroGP-2012 (15th European Conference on Genetic Programming), um evento de topo na área da Programação Genética a nível mundial.
 

Comentários

comentários

PUB

Live Facebook

Correio do Leitor

Mais recentes

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close